Leia também:
X “Momento de abrir o comércio com responsabilidade”

Folha compara Bolsonaro a Dilma em editorial esdrúxulo

Depois de críticas, jornal ainda lançou outro editorial se defendendo

Pleno.News - 23/08/2020 15h38 | atualizado em 23/08/2020 16h48

Jair Bolsonaro é comparado a Dilma Rousseff Foto: Reprodução

Neste sábado (22), um editorial do jornal Folha de S. Paulo fez uma comparação confusa entre o presidente Jair Bolsonaro e a ex-presidente Dilma Rousseff.

O artigo comparava medidas de política fiscal da gestão Dilma com projetos de Bolsonaro na tentativa de defender o teto de gastos com projetos de desenvolvimento.

O artigo “Jair Rousseff” declara que Dilma extrapolou as contas pensando na reeleição e acusa o presidente de “flertar com a elevação sem limites do gasto público” para poder ser reeleito em 2022.

– Derrubar o teto, por motivo supostamente social ou desenvolvimentista, será manobra insensata mesmo sob a lógica eleitoral mais desavergonhada – aponta o texto.

A comparação foi criticada por defensores do presidente Jair Bolsonaro e também petistas. Depois do editorial criticado, o jornal lançou um novo, neste domingo (23), para se defender.

Com o título “Leitores comentam editorial que equipara Bolsonaro a Dilma”, o texto declara que “Colunista Hélio Schwartsman recebe apoio de leitores”.

– É significativo que a Folha escreva com naturalidade que Dilma foi retirada do cargo devido à crise econômica, não por eventual crime (“Jair Rousseff”, Opinião, 22/8). Na letra da lei, o processo de impeachment não abordava popularidade ou índices do mercado. Por outro lado, contra Bolsonaro abundam crimes explicitamente praticados e nada acontece – descreve o segundo editorial.

Leia também1 Colunista é intimado a depor sobre texto desejando morte de Bolsonaro
2 Menina adere a programa de proteção de testemunhas
3 Medo dos filhos abandonarem a escola aumenta para 38%
4 Fim da mamata! Bolsonaro corta 60% da verba da Globo
5 Influenciadora dá casa de presente para babá da filha

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.