Leia também:
X Lula pode tirar R$ 4 bilhões dos trabalhadores com novo imposto

FGV: Gilmar Mendes manda PF devolver celulares de diretores

A decisão foi enviada ao diretor-geral da PF e deve ser cumprida "imediatamente"

Leiliane Lopes - 20/11/2022 21h08 | atualizado em 21/11/2022 11h20

Ministro Gilmar Mendes Foto: Nelson Jr/ SCO/STF

Neste domingo (20), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, determinou que a Polícia Federal (PF) devolva “imediatamente” os bens que foram apreendidos dos diretores da Fundação Getúlio Vargas.

A decisão pede ao diretor-geral da PF que faça a “Superintendência da Polícia Federal no Estado do Rio de Janeiro cumprir a Decisão Monocrática lavrada na data de ontem, sem prejuízo de apuração da responsabilidade penal e administrativa das autoridades recalcitrantes”.

Ele se refere a uma investigação de agentes federais que se negaram a devolver o material apreendido.

Em outro ponto da decisão, Mendes disse que percebeu com “perplexidade que a Polícia Federal do Rio de Janeiro deflagrou inusitado incidente na execução de um mandado judicial”.

Além disso, o ministro do STF questionou o uso da delação do ex-governador Sérgio Cabral e as provas para embasar a operação contra integrantes da família Simonsen.

No sábado (19), Mendes determinou a suspensão das investigações contra os diretores da FGV. Segundo ele, não cabe à Justiça Federal apurar o caso de corrupção e fraude, mas sim a Justiça Estadual do Rio de Janeiro.

Leia também1 Cristãos oram e distribuem kits para candidatos do Enem no RJ
2 Lula pode tirar R$ 4 bilhões dos trabalhadores com novo imposto
3 Economista diz que aumento do auxílio sem fonte é prejudicial
4 Novo Bolsa Família pode reduzir o número de beneficiários
5 Ato do MTST vira piada por baixo público

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.