Leia também:
X STF irá rever retorno das ações policiais em favelas do RJ

Felipe Neto gagueja ao tentar defender censura nas redes

Entrevista para a GloboNews foi transmitida no domingo

Pleno.News - 03/08/2020 20h50 | atualizado em 04/08/2020 11h19

Felipe Neto Foto: Reprodução/GloboNews

O Felipe Neto foi alvo de várias críticas após uma entrevista concedida à GloboNews, no domingo (2). O jornalista Fernando Gabeira fez uma pergunta a respeito da decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que baniu contas de apoiadores do governo Jair Bolsonaro, e o youtuber demorou para comentar o assunto.

Gabeira quis saber se Felipe considerava “estranha” a decisão de Moraes.

– Essa decisão de um ministro de ter o poder de derrubar uma conta em outro país… Alguém das Filipinas poderia vir e derrubar uma conta sua aqui. Você não acha que isso, para um comunicador, é meio estranho? – questionou o jornalista.

O youtuber admitiu que a conduta do ministro ‘soa estranha’. Entretanto, Neto afirmou que não tem qualificação para avaliar a postura do magistrado.

– Soa estranho. Realmente não parece algo que deveria acontecer em um ambiente normal. Não sei o que motivou a decisão em relação a todos os países do mundo e não tenho especialidade para comentar a decisão técnica dele. A questão do Alexandre de Moraes em específico, eu não entendo o suficiente de lei para poder ter uma opinião técnica. Do ponto de vista moral, ético, enfim… É claro que eu sempre serei defensor da liberdade de expressão. Do ponto de vista da liberdade de expressão, eu adoraria que tivessem sido derrubados conteúdos, e não perfis – disse Felipe.

Por conta da pergunta, o nome de Gabeira ficou entre os assuntos mais comentados, nesta segunda-feira (3), no Twitter. Defensores de Bolsonaro ironizaram Felipe.

– Que gaguejada foi essa, Fefê? – destacou a deputada federal Carla Zambelli.

O deputado federal Paulo Eduardo Martins, outro aliado do presidente, também comentou o caso. Segundo ele, Felipe tem sido usado como “bucha de canhão na guerra”.

– Um dia esse rapaz vai se arrepender por ter permitido ser usado como bucha de canhão na guerra alheia. A pergunta do Gabeira foi uma dica pra ele perceber isso.

Leia também1 PGR irá recorrer da decisão de Fachin sobre a Lava Jato
2 Bia Kicis quer Coppolla em debate do PL das Fake News
3 Eduardo apoia decisão de Trump em banir o TikTok
4 Globo leva chuva de críticas ao acusar aliados de Bolsonaro
5 Frente Evangélica repudia convite de Maia a Felipe Neto

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.