Leia também:
X Serial killer Pedrinho Matador é assassinado a tiros em SP

Fabio Wajngarten sugere criar a “Fundação Bolsonaro”

O espaço para visitações mostraria os presentes que o ex-presidente ganhou durante o mandato

Leiliane Lopes - 05/03/2023 15h41 | atualizado em 06/03/2023 13h26

Fabio Wajngarten Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O ex-secretário-executivo do Ministério das Comunicações Fabio Wajngarten declarou no Twitter que irá sugerir a Jair Bolsonaro criar uma fundação para expor os presentes que o ex-presidente recebeu ao longo dos quatro anos de mandato.

De acordo com ele, o espaço ficaria em São Paulo e seria um ambiente multimídia para que os visitantes possam ver as peças que Bolsonaro recebeu enquanto esteve na Presidência.

– Vou sugerir ao PR que tenhamos a Fundação Bolsonaro e ou uma espécie de museu, exposição com muito material multimídia com grande parte dos principais presentes recebidos ao longo do mandato. Vou propor para ser em SP. É memória, é continuidade é o retorno – disse.

Enquanto esteve na função como secretário na Secom, Wajngarten teve acesso aos presentes que Bolsonaro recebia. Por isso, que ele se pronunciou neste sábado (4) para dizer que o ex-presidente e sua esposa, Michelle Bolsonaro, não sabiam das joias de R$ 16,5 milhões que foram apreendidas pela Receita Federal.

– No termo de apreensão dos bens (presentes presidenciais) constam joias e uma miniatura de um cavalo. As joias estavam numa caixa selada que só foi aberta pela receita no aeroporto. Ninguém sabia o que tinha dentro. Não é verdade que as joias estavam escondidas – explicou.

Leia também1 Serial killer Pedrinho Matador é assassinado a tiros em SP
2 Governo Lula se nega a assinar termo da ONU contra Ortega
3 Eleitores de 5 municípios vão às urnas de novo neste domingo
4 Defensores do agro comentam prisão de Zé Rainha, ex-MST
5 "Sou o ex mais amado do Brasil", diz Bolsonaro na CPAC nos EUA

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.