Leia também:
X Marun: Governo vai insistir na posse de Cristiane Brasil

FAB não encontra pane em avião que caiu com Teori

Para investigador do Cenipa, piloto da aeronave sofreu uma desorientação espacial

Henrique Gimenes - 22/01/2018 17h53 | atualizado em 23/01/2018 08h29

FAB conclui que acidente que matou ministro Teori Zavascki não foi ocasionado por falha ou pane no avião Foto: SCO/STF /Nelson Jr.

Nesta segunda-feira (22), o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), subordinado à Força Aérea Brasileira (FAB), divulgou relatório sobre o acidente aéreo com o avião que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, em janeiro do ano passado. De acordo com o órgão, não foram encontrados registros de mau funcionamento ou pane nos sistemas da aeronave.

Segundo o responsável pela investigação, coronel Marcelo Moreno, o piloto do avião, Osmar Rodrigues, provavelmente sofreu “uma desorientação espacial que acarretou na perda de controle da aeronave”. Para ele, no momento do acidente, as condições de visibilidade estavam ruins, o que pode ter contribuído para a colisão com a água.

No relatório, o Cenipa não apresenta culpado pela queda do avião e aponta fatores que podem ter ocasionado o acidente. O órgão também informou que a causa da morte das vítimas foram os impactos com a queda da aeronave.

No dia 19 de janeiro de 2017, o ministro Teori Zavascki viajava em um avião particular para a cidade de Paraty, no Rio de Janeiro. Além dele, também morreram o empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, dono da aeronave, o piloto Osmar Rodrigues, a massoterapeuta Maíra Panas e a mãe dela, Maria Hilda Panas Helatczuk.

Leia também1 Marido de baleada na cabeça agradece a Deus por melhora
2 Nova vara agilizará processos de 'colarinho branco'

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.