Leia também:
X Lula terá encontro com governadores nesta sexta-feira

Ex-goleiro Bruno pede DNA após ser condenado a indenizar filho

Defesa alega também que o ex-atleta não tem condições de pagar R$ 650 mil como foi determinado pela Justiça

Leiliane Lopes - 24/01/2023 19h40 | atualizado em 25/01/2023 10h19

Goleiro Bruno Foto: Reprodução / Youtube / Domingo Espetacular

O ex-goleiro Bruno Fernandes entrou com um pedido de DNA na Justiça para saber se é realmente o pai de Bruninho, filho de Eliza Samudio.

A solicitação se dá após Bruno ser condenado a pagar R$ 650 mil ao filho por danos morais e materiais. A decisão foi dada em outubro de 2022 pela Justiça de Mato Grosso do Sul.

Ao recorrer, o advogado do ex-atleta, Wilton Edgar da Costa, esclarece que o reconhecimento da paternidade foi baseado em um depoimento prestado pelo então jogador que era investigado pela morte de Eliza.

Agora a defesa contesta o reconhecimento da paternidade e pede o exame de DNA para ter certeza de que Bruninho é filho dele.

O advogado afirma também que Bruno não tem condições financeiras para pagar a indenização e que não consegue emprego para seguir a vida depois que deixou a prisão, em 12 de janeiro, após o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) conceder a liberdade condicional.

Leia também1 Mello é alvo de ação por enviar defensores para manifestantes
2 Posse de Lula custou R$ 628 mil aos cofres públicos; saiba mais
3 Ex-chanceler de Bolsonaro deve assumir embaixada no Canadá
4 Visando reeleição, Lira aumenta auxílio-moradia dos deputados
5 Prioli decide deixar a CNN Brasil: "Encerro ciclo muito feliz"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.