Leia também:
X Bolsonaro usa hit nº 1 de Anitta em publicação do governo

Empresário é condenado por chamar Xuxa de idiota e louca

Presidente da ABEBB, Adriano de Barros Caruso, ainda pode recorrer da decisão da Justiça de São Paulo

Pleno.News - 05/04/2022 15h24 | atualizado em 05/04/2022 16h39

Xuxa Meneghel Foto: AgNews

A Justiça de São Paulo condenou o presidente da Associação Brasileira dos Exportadores de Bovinos e Bubalinos (ABEBB), Adriano Caruso, a pagar R$ 30 mil à Xuxa Meneghel. O empresário foi condenado por ter chamado a apresentadora de imbecil, idiota e louca. A informação foi divulgada pelo colunista Rogério Gentile, do UOL.

Caruso também foi condenado a uma pena de quatro meses de detenção, inicialmente em regime aberto. Ele ainda pode recorrer da decisão.

As ofensas contra Xuxa ocorreram em 2021, após a Rainha dos Baixinhos denunciar maus-tratos sofridos por animais de uma granja em Minas Gerais. A loira abriu um processo e alegou que teve sua honra ofendida.

Já o empresário alegou que apenas fez um desabafo em um vídeo publicado nas redes sociais.

– Xuxa busca a todo momento denegrir o agro nacional perante a comunidade internacional, em verdadeiro boicote ao consumo da carne bovina e suína do Brasil – disse ele.

Para o juiz Marcelo Andreotti, a reação de Caruso foi “ofensiva, pessoal e desproporcional”.

Leia também1 Justiça manda RedeTV! e Sikêra Jr. pagarem R$ 300 mil a Xuxa
2 Andréa Sorvetão, ex-paquita da Xuxa, avalia disputar eleições
3 Deputada processada por Xuxa garante: "Não vão me calar"
4 Rosane Felix é processada por Xuxa após repúdio a livro LGBT infantil
5 Homem que já clonou cartão da Xuxa é preso por fraude

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.