Emoção! Irmã se reúne com 5 irmãos adotados após 2 anos

Ela havia ido morar com o pai biológico, mas ficou com saudades dos irmãos

Pleno.News - 12/08/2019 10h00

Casal de pastores adotou irmãos Foto: Reprodução

Uma história de reencontro comoveu os funcionários de um orfanato do Distrito Federal no último mês. Uma família de seis irmãos se reuniu novamente após dois anos separados.

Em outubro de 2017 a menina Ana Julia Silva Santana, de 11 anos, foi separada dos cinco irmãos, de idades entre 5 e 15 anos, quando um casal de pastores resolveu adotar todas as crianças para não separá-las.

Eles só não levaram Ana Julia porque ela tinha ido recentemente para a casa do pai biológico. Os seis foram tirados de casa por denúncias de maus-tratos da mãe. Ana Julia era a única que tinha o pai biológico identificado.

O pai, o operador de máquina Pedro Antônio Santana, de 64 anos, disse que a filha começou a apresentar sinais de depressão.

– Longe dos irmãos, ela foi abatida por uma tristeza profunda, ficava arredia e não conseguia se alegrar de forma alguma. A única saída que encontrei foi deixá-la ir morar com os irmãos dela por parte de mãe, porque quero o melhor para ela. Dói demais ver triste um filho da gente – declarou.

Para a mãe adotiva, a pastora Veranilda de Oliveira Guimarães, de 51 anos, o gesto do operador de máquinas foi nobre.

– Mesmo com as crianças morando conosco, não quero apagar o passado delas. Criaremos todas sabendo de onde vieram, e elas precisam saber que antes fizemos de tudo para que alguém da própria família biológica as pegasse para cuidar – revelou.

No dia 26 de julho, através de uma autorização judicial, a menina deixou o pai para ir morar com os irmãos adotados.


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo