Leia também:
X Covid: Governo muda intervalos, e quarentena fica de 5 a 10 dias

Em nota, Bolsonaro chama carta de chefe da Anvisa de “agressiva”

Presidente disse ainda que não acusou Barra Torres de corrupção

Pleno.News - 10/01/2022 21h05 | atualizado em 11/01/2022 13h10

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) respondeu nesta segunda-feira (10) à carta em que o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, defende-se de questionamentos ao órgão e cobra uma retratação do chefe do Executivo. Bolsonaro disse que não acusou ninguém de corrupção e voltou a levantar dúvidas sobre as “intenções” da Anvisa ao recomendar a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos.

– Me surpreendi com a carta dele. Não tinha motivo para aquilo. Eu falei “o que está por trás do que a Anvisa vem fazendo?” Ninguém acusou ninguém de corrupção. Por enquanto, não tenho o que fazer no tocante a isso aí. Eu que indiquei o almirante Barra para a Anvisa; a indicação é minha, assim como outros da diretoria passaram pelo crivo meu – disse o presidente em entrevista à rádio Jovem Pan.

Na entrevista, Bolsonaro disse que a Anvisa é um órgão independente, não sofre interferência, mas que o trabalho “poderia ser diferente”.

– Não estou acusando a Anvisa de nada. Agora, se tem alguma coisa acontecendo, não há a menor dúvida – afirmou o presidente, que falou em “segundas intenções” da agência.

O presidente também afirmou que Barra Torres ganhou “luz própria” depois de ter sido indicado para o cargo na Anvisa. “Eu sei que é ele quem decide”, declarou.

*Com informações da AE

Leia também1 Doria espera liberar CoronaVac para crianças nesta semana
2 Pfizer diz que adaptará vacina à Ômicron em março
3 Após testar positivo para Covid, Galvão faz apelo por vacina
4 Pais de alunos fazem petição contra vacinação obrigatória
5 Goiás: Homem é diagnosticado com gripe, Covid e dengue

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.