Leia também:
X Doria interrompe discurso de Zambelli para xingar Bolsonaro

Em apelação, advogado se dirige a magistrado como ‘escrotíssimo senhor juiz’

Advogado xingou juiz que o exonerou de cargo público

Gabriela Doria - 28/05/2021 16h51 | atualizado em 28/05/2021 17h19

Apelação de advogado tinha ofensas a juiz Foto: Reprodução

Um advogado surpreendeu o poder Judiciário ao redigir uma apelação em que se dirige a um magistrado como “escrotíssimo senhor juiz”. O documento oficial foi endereçado a um juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiânia. Além da ofensa inicial, o advogado também se referiu ao magistrado como “corrupto, sociopata e desgraçado”.

O autor da apelação é um homem que foi exonerado do cargo de auxiliar de autópsia no Instituto Médico-Legal. O juiz alvo da fúria do apelante foi responsável pela exoneração.

No documento, o advogado afirma que foi injustamente afastado do cargo, por culpa do juiz “corrupto”.

– Ao todo, já são mais de 7 anos sem emprego, mesmo com uma enorme quantidade de provas demonstrando a forma criminosa como fui exonerado – sustenta.

Juiz foi chamado de “escrotíssimo” em apelação Foto: Pixabay

Questionada, a Ordem dos Advogados do Brasil do estado de Goiás afirmou que já está ciente do caso e que já instaurou procedimento para a apurar a infração ético-disciplinar.

– A Ordem dos Advogados do Brasil Seção Goiás (OAB-GO) tomou conhecimento de evento incomum envolvendo advogado regularmente inscrito que, no exercício da profissão e também em causa própria, peticionou em termos e expressões incompatíveis com a urbanidade, técnica e com o bom-senso exigidos à boa pratica advocatícia – disse a entidade, em nota.

Já a Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego) emitiu nota em repúdio à atitude do advogado.

– O referido advogado, além de agir de forma completamente desrespeitosa, sem guardar o decoro que é exigido à função que ocupa, incorre em crimes contra a honra, tais como calúnia e difamação – diz o comunicado assinado pela presidente da Asmego, Patrícia Carrijo.

Leia também1 Bolsonaro aumenta pena para crimes virtuais em até 4 anos
2 Destino político de Flordelis deve ser definido na próxima semana
3 Vice-líder da Maioria diz que CPI está indo 'por caminho perigoso'
4 No Rio, helicóptero usado pela Record TV é atingido por tiro
5 54 mil cargos públicos podem ser automatizados até 2030

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.