Leia também:
X Ministro Anderson Torres testa positivo para Covid-19

Veja delegados escolhidos para proteção dos presidenciáveis

Pré-candidatos puderam opinar na escolha dos profissionais da PF

Monique Mello - 05/07/2022 14h37 | atualizado em 05/07/2022 15h01

Ciro Gomes, Simone Tebet e Luciano Bivar Fotos: EFE/SEBASTIÃO MOREIRA //Agência Senado/Jefferson Rudy // Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

Bem como foi anunciado o delegado responsável pela segurança do ex-presidente Lula (PT) durante a campanha eleitoral, os chefes de seguranças de outros presidenciáveis também foram definidos, nesta segunda-feira (4).

A Polícia Federal (PF) permitiu que os candidatos opinassem na escolha dos delegados que estarão na linha de frente das equipes de segurança. A corporação apresentou uma lista às equipes de campanha com nomes de profissionais.

Veja os escolhidos para a segurança dos pré-candidatos:

Lula (PT) – delegado da PF Alexsander Castro Oliveira, que atuou em uma operação para desarticular o núcleo financeiro do Primeiro Comando da Capital (PCC), em 2019;
Ciro Gomes (PDT) – delegado da PF Bruno Rodrigues dos Santos;
Simone Tebet (MDB) – delegado da PF Mario Paulo Machado Lemes Bota Nomoto, atuou na Superintendência da PF em Mato Grosso do Sul, passando por funções como chefe da delegacia de repressão a crimes contra o meio ambiente e patrimônio histórico;
Luciano Bivar (UNIÃO) – Maurício Moscardi, que atuou na Lava Jato de Curitiba.

A Lei nº 7474, de 1986, define como responsabilidade da Polícia Federal a segurança dos candidatos. Já o presidente Jair Bolsonaro (PL) é uma exceção, uma vez que sua segurança é de responsabilidade do GSI (Gabinete de Segurança Institucional).

Leia também1 Segurança de Lula será chefiada por delegado que investigou PCC
2 Após reunião com líderes, Pacheco decide abrir CPI do MEC
3 Lula recebe quase 6 vezes mais críticas que Bolsonaro nas redes
4 Pacheco já autorizou a CPI do MEC, mas Randolfe dá "ultimato"
5 Senado quer analisar fim da reeleição de cargos do Executivo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.