Leia também:
X STF: PGR recorre para arquivar investigação contra Bolsonaro

Vamos retomar a Carteira Verde e Amarela, afirma Guedes

Ministro da Economia disse que reforma será retomada em um eventual segundo governo de Jair Bolsonaro

Pleno.News - 17/08/2022 21h40 | atualizado em 18/08/2022 14h24

Ministro da Economia, Paulo Guedes Foto: ME/Ascom/Edu Andrade

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (17), que a Carteira Verde e Amarela, reforma que flexibiliza encargos trabalhistas, será retomada em um eventual segundo governo de Jair Bolsonaro.

O ministro reafirmou durante fórum da TAG Investimentos que a agenda de privatizações é fundamental para o direcionamento de recursos para projetos sociais. Como exemplo, Guedes disse que os recursos da venda de estatais podem ser revertidos, em parte, para um fundo de erradicação de pobreza.

– Quando oposição falar que estamos vendendo o patrimônio do país, vamos responder que estamos devolvendo isso à população – declarou.

Sobre uma das privatizações do governo, a Eletrobras, o ministro apontou que a empresa vai entrar na produção de energia eólica e que o Brasil deve alcançar 10% do fornecimento global dessa origem.

Diante do potencial brasileiro, Guedes considera que as empresas europeias do setor estão com interesse crescente no país. O ministro falou do assunto ao comentar sobre o conflito entre Rússia e Ocidente por causa do fornecimento de energia.

Questionado sobre a experiência à frente do ministério, Guedes comentou que o período foi de crescimento pessoal e o fez ser mais humilde.

– Era um pouco arrogante a respeito do meu conhecimento, e fiquei com dez centímetros quando surgiu a Covid – disse.

*AE

Leia também1 STF: PGR recorre para arquivar investigação contra Bolsonaro
2 Militares farão apresentação em Copacabana no 7 de Setembro
3 Em Gramado, artistas fazem L, e público responde com gritos de mito
4 Plano anticorrupção de Soraya Thronicke foi escrito por Moro
5 Eduardo B. compartilha vídeo do "supermito", o Bolsonaro voador

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.