Leia também:
X TSE nega ação do PL contra vídeo em que Lula ataca Bolsonaro

TSE reverte decisão e manda excluir posts sobre Lula e PCC

Corte também fixou multa de R$ 5 mil ao presidente Jair Bolsonaro

Pleno.News - 01/09/2022 15h19 | atualizado em 01/09/2022 15h43

Ex-presidente Lula Foto: Lula/Ricardo Stuckert

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, por maioria, nesta quinta-feira (1°), um recurso do PT contra decisão da ministra Maria Claudia Bucchianeri que havia negado pedido de remoção de publicações que ligam o PT e o candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Na nova decisão sobre o caso, o tribunal determinou a remoção das publicações e fixou multa de R$ 5 mil ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). O pedido foi feito pelo PT contra Bolsonaro sob o argumento de que teria ocorrido disseminação de desinformação e realização de propaganda eleitoral antecipada negativa.

As publicações de Bolsonaro têm como base matérias jornalísticas com áudio de um integrante do PCC afirmando que o PT tinha “diálogo” com a organização. Venceu a divergência do vice-presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, que reconheceu propaganda eleitoral antecipada negativa nas publicações.

No seu voto vencido, a relatora Maria Claudia Bucchianeri afirmou que a divulgação do áudio “não equivale a divulgar fato sabidamente inverídico, elemento indispensável, no caso, para a caracterização do ilícito da propaganda eleitoral antecipada arguido”.

*AE

Leia também1 Ciro lança vídeo que diz ter sua "verdadeira fala" sobre favela
2 Herdeira milionária recua e diz que não negará fortuna
3 Eleitor que não entregar celular a mesário não poderá votar
4 Caminhões não poderão entrar na Esplanada no 7 de Setembro
5 RedeTV! promove sabatinas com candidatos ao Senado por SP

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.