Leia também:
X Marisa Orth sobre Bolsonaro: “Botou meu público contra mim”

TSE rejeita pedido do PT para barrar propaganda com Michelle

Ministra Maria Clara Bucchianeri entendeu que vídeo não extrapolava a legislação eleitoral

Henrique Gimenes - 22/09/2022 17h58 | atualizado em 22/09/2022 18h50

Michelle Bolsonaro ao lado do presidente Jair Bolsonaro Foto: Isac Nóbrega/PR

Nesta quarta-feira (21), a ministra Maria Clara Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu rejeitar um pedido apresentado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) para barrar uma propaganda da campanha do presidente Jair Bolsonaro com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Na ação, o partido alegou que a aparição de Michelle na peça superava os 25% do limite de tempo definido pela legislação eleitoral.

Na propaganda, que foi exibida entre os dias 15 e 17 de setembro, Michelle aparece ao lado de Bolsonaro agradecendo aos espectadores.

Ao negar o pedido do PT, Maria Clara Bucchianeri explicou que a primeira-dama se pronuncia apenas no final do vídeo, o que não configura mais de 25% do tempo da propaganda.

– Muito embora a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, qualifique-se tecnicamente como apoiadora, o mesmo não ocorre com as duas outras pessoas participantes da mídia, na condição de eleitoras, que sequer são nominadas pelo autor, e cujas manifestações podem ser interpretadas como mero recurso publicitário, na divulgação da mensagem eleitoral. Nesse cenário, e tendo em vista que o tempo de participação de Michelle Bolsonaro na referida inserção (única participante apta a ser enquadrada como efetiva apoiadora) não extrapola o limite de 25% legalmente fixado, inexiste a ilegalidade apontada pelo autor – escreveu a ministra.

Leia também1 Na TV, Jair Bolsonaro promete reduzir preço dos alimentos
2 No Pará, Bolsonaro diz que Lula "continuará no lixo da história"
3 Confira famosos que declararam apoio a Lula à Presidência
4 Soraya Thronicke fica sem verba após R$ 770 mi de fundo eleitoral
5 Petrobras anuncia redução de 6% no preço do gás de cozinha

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.