Leia também:
X Reunião sobre debate eleitoral na Globo termina em confusão

TSE rejeita pedido de Soraya Thronicke por sabatina no JN

Candidata do União Brasil queria ser entrevistada no horário assim como os candidatos mais bem posicionados nas pesquisas

Pleno.News - 13/09/2022 19h39 | atualizado em 13/09/2022 20h33

Candidata Soraya Thronicke Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

A ministra Maria Claudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou na segunda-feira (12), o pedido da candidata Soraya Thronicke (União) à Presidência para ser entrevistada pelo Jornal Nacional, assim como os quatro candidatos mais bem colocados nas pesquisas eleitorais.

Soraya, que está em quinto lugar nas intenções de voto, argumentou que não recebeu tratamento isonômico da TV Globo ao ser excluída das sabatinas realizadas pelo Jornal Nacional em horário nobre. A candidata foi entrevistada uma semana depois dos candidatos, em entrevista gravada, durante apenas dois minutos.

Os demais candidatos apareceram ao vivo por 40 minutos.

Na decisão, Bucchianeri disse não ver tratamento privilegiado entre as candidaturas em disputa e que não há critérios específicos na lei para sabatinas, apenas para debates.

– No caso, a emissora de televisão, navegando dentro da liberdade de conformação que lhe é conferida pelo silêncio eloquente do legislador, optou por abrir espaço para que as quatro candidaturas mais bem posicionadas em pesquisa possam apresentar suas propostas e ideias, segundo resultado de pesquisas eleitorais – escreveu a ministra.

*AE

Leia também1 Reunião sobre debate eleitoral na Globo termina em confusão
2 Homem que assassinou a ex e o filho tem tatuagem de Lula
3 "William Bonner, aprende com o William Waack", aponta Henkel
4 Flávio: Campanha de Bolsonaro enfrenta falta de verba crítica
5 Naspolini diz que está internada há 6 dias e pede orações

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.