Leia também:
X Bolsonaro ironiza apoio de senadora a Lula: “Quem é Tebet?”

TSE ordena remoção de vídeo em que Lula culpa Bolsonaro por morte de petista

Instagram e YouTube deverão cumprir a decisão em 24 horas

Pleno.News - 06/10/2022 20h36 | atualizado em 07/10/2022 11h29

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: ANTONIO MOLINA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Nesta quinta-feira (6), a ministra Cármen Lúcia, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou a remoção de vídeos em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva culpa o presidente Jair Bolsonaro (PL) pela morte de um petista. As declarações do candidato do PT à Presidência se referem a um crime ocorrido no dia 9 de setembro, quando um homem de 42 anos morreu após ser esfaqueado por um apoiador do presidente.

A decisão da ministra ocorreu após campanha de Bolsonaro acionar a Corte. Ela deu um prazo de 24 horas para que o Instagram e o YouTube apaguem vídeos do perfil de Lula. O discurso foi feito durante uma visita a Taboão da Serra (SP).

– O PT tem obrigação de saber todas as coisas para ajudar esta família que foi vítima do genocida chamado Bolsonaro – disse Lula.

Para Cármen Lúcia, o petista fez uma relação “comportamento de candidato à morte de determinada pessoa”.

Leia também1 Bolsonaro ironiza apoio de senadora a Lula: "Quem é Tebet?"
2 Lula agora lança vídeo dizendo ser contra o aborto
3 UFPB diz que a decisão do MEC não afetará salários ou bolsas
4 Maira Cardi e Arthur Aguiar se separam: "Melhor para ambos"
5 Bolsonaro explica à imprensa o bloqueio de recursos no MEC

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.