Leia também:
X Huck diz que está “remando na mesma direção” de Tebet

Simone Tebet diz que apoiar Lula foi “mergulhar num abismo”

Senadora volta a afirmar que não almeja cargos em um eventual governo petista

Monique Mello - 28/10/2022 17h13 | atualizado em 28/10/2022 17h27

Simone Tebet, Lula e sua esposa, Janja Foto: Ricardo Stuckert/ PT

A senadora Simone Tebet (MDB) disse que apoiar o ex-presidente Lula (PT) no segundo turno foi como “mergulhar em um abismo”, admitindo ter sido a decisão mais arriscada de sua carreira política. As declarações foram dadas em entrevista à revista Veja, nesta sexta-feira (28).

Terceiro lugar no primeiro turno das eleições presidenciais, a senadora reafirmou que sua opção não foi por eventuais cargos.

– Eu sabia que seria a decisão mais importante e mais arriscada da minha vida política. Eu praticamente mergulhei num abismo, pulei de um penhasco político, mas o fiz por convicção, e não por cargo – afirmou.

De acordo com Tebet, decidir por Lula não foi difícil, mas sim arcar com eventuais consequências.

– A decisão de apoiar o Lula em si não foi difícil, mas sabia que era o movimento de maior custo político dos meus 20 anos de mandatos consecutivos e 35 anos de política – disse a parlamentar.

Após declarar apoio a Lula, Tebet passou a integrar ativamente a campanha. Ela tem feito viagens ao Rio de Janeiro e Minas Gerais, além de aparecer em inserções no rádio e na TV em propaganda do petista.

Leia também1 Moradores jogam ovos em Tebet durante ato pró-Lula em Niterói
2 Lula diz que terá de falar com MDB sobre Tebet ser ministra
3 TSE ordena que Jovem Pan declare no ar que Lula é inocente
4 Moraes quer Pacheco e Lira na apuração de domingo
5 Telegram: Moraes retira do ar dois grupos de apoio a Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.