Leia também:
X De olho nas eleições, João Doria contrata três marqueteiros

Sergio Moro ataca Bolsonaro e Lula e diz não ter “rabo preso”

Ex-juiz disse em entrevista que teria "vantagem" em relação aos dois principais concorrentes

Paulo Moura - 21/02/2022 10h34 | atualizado em 21/02/2022 10h45

Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro Foto: Agência O Globo/Esdras Martins

Pré-candidato à Presidência pelo Podemos, o ex-juiz Sergio Moro direcionou seus ataques nesta segunda-feira (21) contra seus dois principais concorrentes na disputa: o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Lula (PT). Em entrevista concedida à Rádio Fala Litoral, de Santa Catarina, Moro disse que não tem “rabo preso” e que esta seria “uma vantagem” sobre os concorrentes.

– Eu tenho uma vantagem: não tenho rabo preso. Quando vou conversar com lideranças, com o Judiciário, não tenho nada com o que eles podem me atingir. Tem gente que vai para essas conversas e tem vulnerabilidades – declarou Moro.

Como referência a Lula, o ex-ministro da Justiça disse que o Brasil viveu “um passado em que crimes foram cometidos no governo, como mensalão e petrolão”. Já sobre o presidente Jair Bolsonaro, a quem Moro se referiu apenas como “o outro”, o ex-magistrado declarou que o líder teria “problemas de investigação envolvendo ele e a família com rachadinhas”.

Durante a entrevista, Moro ainda negou que vá desistir de sua candidatura ao Planalto e disse que “não tem essa de Senado, de deputado, nada disso”. O ex-juiz também afirmou que não aceita que, em fevereiro, seja dito que a eleição já está resolvida.

– Não aceito que, em fevereiro, a gente diga que eleição está resolvida, que é um ou outro. O brasileiro não precisa ser forçado a escolher entre dois governos que foram ruins – completou.

Leia também1 Barroso participa de evento sobre 'se livrar de presidente'
2 Bolsonaro convida príncipe saudita para visita em março
3 Nise, Adrilles e Bruna Torlay se filiam ao PTB nesta 2ª feira
4 Saiba quem são os 27 senadores cujos mandatos acabam em 2022
5 Petrópolis: Número de mortos vai a 176 e supera pior tragédia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.