Leia também:
X Sede do PT em Campinas é invadida e depredada

Saiba quanto cada partido deve receber do “fundão” eleitoral

Parcela equivalente apenas aos três partidos que mais receberão verbas do fundo em 2022 é quase a mesma que todo o "fundão" de 2018

Paulo Moura - 03/03/2022 10h10 | atualizado em 03/03/2022 10h41

Congresso Nacional Foto: EFE/EPA/ROBERT GHEMENT

Diante da possibilidade da confirmação do valor de R$ 4,9 bilhões do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), o “fundão” eleitoral, no Supremo Tribunal Federal (STF), os partidos políticos se preparam para receber quantias vultosas para as eleições deste ano. A maior delas será do União Brasil, fruto da fusão entre PSL e DEM, e deve chegar a quase R$ 800 milhões.

Além da nova sigla, completam a lista das três agremiações que receberão as maiores fatias do fundo: o Partido dos Trabalhadores (PT); do ex-presidente Lula; que deve ser agraciado com R$ 484,6 milhões, e o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), que ganhará R$ 356,7 milhões.

Juntos, os três partidos no topo da lista deverão receber R$ 1,611 bilhão. Essa quantia fica apenas R$ 105 milhões abaixo do valor repassado para todas as 34 siglas nas eleições de 2018. Os dados foram estimados pela Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (Abradep) e divulgados pelo portal UOL nesta quinta-feira (3).

Confira abaixo quanto cada partido deverá receber:

– União Brasil: R$ 770 milhões
– Partido dos Trabalhadores (PT): R$ 484,6 milhões
– Movimento Democrático Brasileiro (MDB): R$ 356,7 milhões
– Partido Progressistas (PP): R$ 338,6 milhões
– Partido Social Democrático (PSD): R$ R$ 334,2 milhões
– Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB): R$ 314,1 milhões
– Partido Liberal (PL): R$ 283,2 milhões
– Partido Socialista Brasileiro (PSB): R$ 263,6 milhões
– Partido Democrático Trabalhista (PDT): R$ 248,4 milhões
– Republicanos: R$ 242,1 milhões
– Podemos: R$ 187,7 milhões
– Partido Trabalhista Brasileiro (PTB): R$ 112,2 milhões
– Solidariedade: R$ 110,8 milhões
– Partido Socialismo e Liberdade (PSOL): R$ 97,5 milhões
– Partido Republicano da Ordem Social (PROS): R$ 89,2 milhões
– Partido Novo (NOVO): R$ 87,7 milhões
– Cidadania: R$ 86,2 milhões
– Patriotas: R$ 84,3 milhões
– Partido Social Cristão (PSC): R$ 79,9 milhões
– Partido Comunista do Brasil (PCdoB): R$ 74,5 milhões
– Rede Sustentabilidade (REDE): R$ 68,1 milhões
– Avante: R$ 67,6 milhões
– Partido Verde (PV): R$ 49 milhões
– Partido Trabalhista Cristão (PTC): R$ 22,5 milhões
– Partido da Mobilização Nacional (PMN): R$ 13,7 milhões
– Democracia Cristã (DC): R$ 9,3 milhões
– Partido Comunista Brasileiro (PCB): R$ 2,9 milhões
– Partido da Causa Operária (PCO): R$ 2,9 milhões
– Partido da Mulher Brasileira (PMB): R$ 2,9 milhões
– Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB): R$ 2,9 milhões
– Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU): R$ 2,9 milhões
– Unidade Popular (UP): R$ 2,9 milhões

Leia também1 Janela partidária começa nesta quinta-feira e vai até 1° de abril
2 Supremo retoma julgamento do "fundão" nesta quinta-feira
3 Jogador que corria o risco de lutar na guerra volta ao Brasil
4 "Deus vê e responde a tudo", diz presidente da Ucrânia
5 Tropas russas tomam Kherson e aumentam cerco sobre Kiev

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.