Leia também:
X Policial que fazia segurança de ACM Neto morre baleado

PF usará drones para fiscalizar crimes eleitorais no domingo

Equipamentos da PF vão ajudar a combater crimes como boca de urna

Pleno.News - 28/09/2022 17h26 | atualizado em 28/09/2022 18h02

Polícia Federal fez demonstração de equipamento Foto: Reprodução/TV Globo

As principais zonas eleitorais do Distrito Federal contarão com uma ferramenta inédita de fiscalização nestas eleições. Pela primeira vez, drones da Polícia Federal circularão os céus da capital federal durante o domingo de votação, ajudando o Tribunal Regional Eleitoral do DF no combate a crimes como boca de urna e transporte ilegal de eleitores.

Segundo o presidente do TRE-DF, Roberval Belinati, a Justiça Eleitoral atuará “com energia” para reprimir qualquer ato ilícito que venha a ser praticado durante o pleito.

– Nós passamos à população essa mensagem para que tomem cuidado com confusões, se afastem de momentos que não sejam adequados para a realização do pleito eleitoral – disse, em meio às demonstrações de uso do equipamento, nesta quarta-feira (28), no estádio Mané Garrincha.

O chefe de Repressão e Combate ao Crime Organizado da PF, Gustavo Buquer, informou que os drones começarão a operar no sábado (1º), de forma a evitar, já em um primeiro momento, essas práticas criminosas. Segundo ele, a quantidade de drones será suficiente para cobrir todo o DF, bem como a região no entorno da capital, auxiliando eventuais ações policiais em terra.

Drones serão “imperceptíveis”, diz PF Foto: Reprodução/TV Globo

– Eles têm capacidade, inclusive, para identificar as pessoas, captar imagens, fotografias, para que a gente possa, depois em terra, buscar aquelas que estavam cometendo os crimes, caso elas venham tentar evadir do local – disse o policial.

Segundo a PF, o equipamento tem capacidade de voar em “elevada altitude”, sem ser percebido. Os drones têm câmeras “capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entrega de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez”.

*Agência Brasil

Leia também1 Urna é preparada em sindicato e gera polêmica; TRE explica
2 PCDF: Policiais fora de serviço não podem votar armados
3 TCU fará nova etapa de auditoria das urnas no dia da eleição
4 Marco Aurélio Mello: Votar no Lula seria trair minha trajetória
5 Valdemar Costa Neto afirma que sala secreta "agora é aberta"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.