Leia também:
X “Polarização na pele”: Homem tatua rostos de Bolsonaro e Lula

Não queremos Forças Armadas se metendo nas eleições, diz Lula

Petista afirmou que seu governo sempre tratou os militares "com muito respeito"

Henrique Gimenes - 17/09/2022 15h59 | atualizado em 19/09/2022 10h58

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da SIlva Foto: Divulgação/Ricardo Stuckert

Neste sábado (17), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva promoveu um discurso em Curitiba, Paraná, e criticou a atuação das Forças Armadas nas eleições deste ano. Para ele, os militares não deviam “estar preocupados em fiscalizar” urnas eletrônicas.

O comentário foi uma referência à cobrança, por parte das Forças Armadas, de mais “transparência” no pleito.

– As Forças Armadas brasileiras vão voltar a ter o papel nobre que está definido na nossa Constituição. As nossas Forças Armadas não tinham que estar preocupadas em fiscalizar urna. Quem tem obrigação de fiscalizar é a Justiça Eleitoral, os partidos políticos e os candidatos – apontou.

O candidato do PT à Presidência disse que o Brasil não quer militares ” se metendo nas eleições do nosso país”.

– Nós queremos Forças Armadas preparadas, equipadas, bem formadas, para ninguém se meter a invadir o Brasil. Não queremos as Forças Armadas se metendo nas eleições do nosso país e nem querendo controlar urna – destacou.

Durante seu comício, Lula também falou sobre seus anos na Presidência e disse que tratou as Forças Armadas “com muito respeito”.

– Nós já lidamos com as Forças Armadas e as tratamos com muito respeito. É preciso que alguns de lá tratem a sociedade com respeito, porque nós sabemos cuidar de nós e não precisamos ser tutelados – ressaltou.

Leia também1 "Polarização na pele": Homem tatua rostos de Bolsonaro e Lula
2 Na "terra de Lula", Bolsonaro fala em vitória no 1º turno
3 SBT fará debate entre candidatos ao governo de SP neste sábado
4 Homem é detido após tocar o caixão da rainha Elizabeth II
5 Jornalista da Globo mostra "dedo do meio" para bolsonaristas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.