Leia também:
X “O candidato do Bolsonaro no Rio sou eu”, diz senador Romário

Não iremos aceitar fake news sobre fraudes, avisa Moraes

Ministro do STF disse que "aqueles que pretenderam de qualquer forma colocar em dúvida" as eleições "serão combatidos"

Pleno.News - 29/04/2022 17h05 | atualizado em 29/04/2022 19h22

Ministro Alexandre de Moraes, do STF Foto: EFE/Fernando Bizerra Jr.

Nesta sexta-feira (29), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), falou sobre as eleições que ocorrerão neste ano no Brasil e disse que a Justiça Eleitoral não irá “aceitar a atuação de milícias digitais” no pleito, nem “notícias fraudulentas sobre supostas fraudes” nas urnas. A declaração ocorreu durante uma palestra promovida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

Moraes assumirá a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em agosto deste ano, pouco antes das eleições.

– Não vamos aceitar a atuação de milícias digitais nas eleições de 2022, não iremos aceitar fake news, notícias fraudulentas sobre supostas fraudes (…) Aqueles que pretenderam de qualquer forma colocar em dúvida o pleito eleitoral, atacar a democracia, serão combatidos com a força da Constituição, com a força da Lei, com a independência e autonomia do Poder Judiciário – apontou.

Durante a palestra, Moraes também defendeu as urnas eletrônicas e disse que notícias sobre fraudes não foram comprovadas.

– Aqueles que dizem o contrário, ou dizem por ignorância, ou por má-fé, e às vezes pelas duas coisas. (…) Juízes eleitorais devem, assim como eu e todos os membros do TSE, se sentir absolutamente indignados com esse discurso fraudulento, mentiroso, criminoso de tentar desqualificar uma das grandes conquistas do Brasil, que é a conquista da lisura nas eleições com as urnas eletrônicas – ressaltou.

Leia também1 STF: Fachin vota contra revogar prisão de Allan dos Santos
2 Inquérito das fake news não será encerrado, garante Moraes
3 Bolsonaro diz que Romário tem "prioridade" para o Senado no RJ
4 Moraes: "Liberdade de expressão não é liberdade de agressão"
5 STF derruba 3 decretos de Jair Bolsonaro na área ambiental

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.