Leia também:
X Propaganda na TV terá Lula antes de Bolsonaro, define TSE

Moraes diz que testes em urnas tiveram 100% de aprovação

Presidente do TSE afirmou que não houve divergência nas urnas testadas

Paulo Moura - 06/10/2022 14h09 | atualizado em 06/10/2022 14h32

Moraes visitou teste de integridade no dia das eleições Foto: TSE/Ascom/Antonio Augusto

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), declarou nesta quinta-feira (6) que o teste de integridade das urnas eletrônicas no primeiro turno não apresentou divergências de dados, o que significa dizer que todos os votos depositados nas urnas em teste foram para os respectivos candidatos escolhidos.

– Não houve nenhuma divergência, 100% de aprovação no teste de integridade com biometria – declarou o ministro.

O chamado teste de integridade acontece desde 2002 e simula uma votação comum. A testagem é realizada nos tribunais regionais eleitorais de cada estado no dia da eleição. De acordo com Moraes, “todas as urnas conferiram os votos dados na urna com os votos dados em papel”. O teste foi feito em 640 urnas aleatórias e retiradas de seções eleitorais.

– Novamente nas eleições para o primeiro turno de 2022, se repetiu o que houve nas eleições de 2020, 2018, 2016, 2014, 2012, 2010, 2008, 2006, 2004 e 2002. Vinte anos de absoluta lisura das urnas eletrônicas com comprovação imediata pelo teste de integridade – afirmou.

O ministro também afirmou que o projeto-piloto com biometria, feito em 20 estados e no DF com 58 urnas, não apresentou divergências. O teste com a biometria foi uma das reivindicações feitas pelo Ministério da Defesa, que, junto com o TSE, faz parte da comissão de transparência das eleições.

Leia também1 Damares e Zambelli criam grupo de mulheres pró-Bolsonaro
2 Em nota oficial, Podemos se posiciona sobre o 2° turno
3 2º turno: Ronaldo Caiado oficializa apoio a Jair Bolsonaro
4 Rússia toma posse da maior usina nuclear da Europa
5 Bolsonaro anuncia programa da Caixa para renegociar dívidas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.