Leia também:
X Brasileiros na Ucrânia refutam Arthur do Val: ‘Não ajudou nada’

Maurício Souza se filia ao PL e deve concorrer a deputado

Ex-atleta caiu nas graças dos eleitores conservadores por causa de seu posicionamento

Pleno.News - 15/03/2022 17h26 | atualizado em 15/03/2022 17h37

Maurício Souza recebeu convite para se filiar e concorrer pelo PL Foto: Reprodução Redes Sociais

O jogador de vôlei Maurício Souza irá se filiar nesta terça-feira (15) ao Partido Liberal (PL), sigla que também abriga o presidente Jair Bolsonaro. O campeão olímpico é pré-candidato a deputado federal pelo estado de Minas Gerais, onde nasceu e mora atualmente.

O atleta assinará sua ficha de filiação em cerimônia promovida pela deputada federal Carla Zambelli na Câmara dos Deputados. A parlamentar, eleita pelo PSL, também migrará para o partido hoje.

Além de Maurício, também irão se filiar ao PL o coronel da PM Aginaldo de Oliveira, marido de Zambelli, que irá disputar pelo Ceará, e o cantor Netinho, que será candidato pela Bahia. Os deputados já eleitos que agora irão compor o partido com Bolsonaro são Felipe Barros (União Brasil-PR), General Girão (União Brasil-RN), Major Fabiana (União Brasil-RJ) e José Medeiros (Podemos-GO).

Maurício Souza está sem clube desde que foi demitido do Minas Tênis Clube, em outubro do ano passado, após ser acusado de fazer comentários homofóbicos no Instagram.

Apesar da demissão, Maurício ganhou mais de 2 milhões de seguidores nas redes sociais, justamente por defender ideais conservadores e tradicionais.

Leia também1 "Espero que a Petrobras siga a queda do petróleo lá fora"
2 Influenciador e policial trans, Paulo Vaz morre aos 36 anos
3 Gentili se diz vítima de censura e de perseguição do governo
4 'Harley Mito': Bolsonaro ganha moto de madeira de apoiador
5 Gentili ironiza fato de seu filme chegar aos mais vistos da Netflix

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.