Leia também:
X Lição da EBD da Assembleia de Deus é alvo de site de esquerda

Malafaia detona artimanha usada pela campanha de Lula: “Petralhada sem vergonha”

PT divulgou vídeo em que o pastor aparece falando contra o armamento da população

Henrique Gimenes - 23/09/2022 16h00 | atualizado em 23/09/2022 17h04

Pr. Silas Malafaia Foto: Reprodução/Print de vídeo YouTube Silas Malafaia Oficial

Após o Partido dos Trabalhadores (PT) utilizar, em sua propaganda política, um vídeo antigo com declarações de Silas Malafaias sobre as armas, o pastor decidiu se manifestar. Em um vídeo publicado nas redes sociais nesta quinta-feira (22), o religioso afirmou que “essa petralhada não tem vergonha na cara”.

O vídeo publicada pela campanha de Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à Presidência, traz um discurso de Malafaia feito em 2015, quando ele criticou um Projeto de Lei que iria promover uma revisão do estatuto do desarmamento. Ao mesmo tempo, a propaganda corta para falas de Bolsonaro defendendo o armamento da população.

– Pegaram um vídeo meu de 2015, quando falo que sou contra armas, e editaram com Bolsonaro falando a favor. Vocês são muito medíocres. Eu continuo a ser contra armas. Eu apoio Bolsonaro. Ele não é candidato a Deus. Não concordo com tudo de Bolsonaro. Sou um ser inteligente que pensa até para discordar – apontou Malafaia.

Na sequência, o pastor exibiu matérias mostrando queda na criminalidade nos últimos anos. Malafaia também disparou críticas ao PT.

– Não tem uma acusação de corrupção do presidente Bolsonaro. Lula foi preso e condenado em todas as instâncias por roubo (…). Ô petralhada, vocês são um bando de otários. Isso não influencia o voto evangélico – destacou.

Leia também1 Jair Bolsonaro é aclamado em churrascaria de Nova Iorque
2 Malafaia critica o "preconceito desgraçado" da GloboNews
3 "Bolsonaro trouxe pastor e padre pela questão da religião cristã"
4 Embaixador diz que presença de Malafaia em Londres é honra
5 Jair Bolsonaro visita caixão de Elizabeth II e presta homenagem

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.