Leia também:
X Independentemente de Min. da Saúde, SP terá 4ª dose, diz Doria

Lula: “Trabalho com a ideia de que Haddad vai governar SP”

São Paulo é um dos estados que têm gerado impasse na aliança entre o PT e o PSB

Pleno.News - 09/02/2022 13h03 | atualizado em 09/02/2022 13h40

Ex-presidente Lula e Fernando Haddad Foto: EFE/ Carlos Ezequiel Vannoni

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) falou, durante entrevista a uma rádio de Pernambuco, sobre as alianças entre partidos nos estados para a eleição deste ano, focando em São Paulo e no nome do ex-prefeito Fernando Haddad.

– Eu trabalho com a ideia de que Haddad vai ser o governador de São Paulo. Acho que São Paulo está numa situação extraordinária. O Haddad está muito maduro, está muito consciente – disse Lula.

– Acho que haverá compreensão do PSB; haverá compreensão de outros partidos políticos, companheiros do PSOL. Em algum momento, a gente vai poder anunciar que o Haddad tem muita chance, pela primeira vez na história desse país, de [com o] PT governar o estado de São Paulo. Vai ser uma coisa muito importante, uma experiência muito rica para o Brasil e para São Paulo – completou o petista.

São Paulo é um dos estados que têm gerado impasse na aliança entre o PT e o PSB. O PSB defende a candidatura do ex-governador Márcio França para o estado.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, já confirmou que também será candidato ao governo de São Paulo. Tarcísio disse que está motivado e que suas expectativas em relação à disputa “são as melhores possíveis”.

*Com informações da AE

Leia também1 Lula esconde o 'vermelho PT' na campanha, denuncia Jovem Pan
2 Ciro Nogueira dá apelido inusitado à chapa Lula/Alckmin
3 Pesquisa paga pelo Banco Genial dá vantagem novamente a Lula
4 Com 2,4%, João Doria promete 'combater' Alckmin e Lula
5 Pesquisa diz que Lula 'herda' 21% dos votos de Bolsonaro de 2018

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.