Leia também:
X RJ: Justiça barra candidatura de Witzel ao governo do estado

Lula sobre 7 de setembro de Bolsonaro: “Parecia reunião da Ku Klux Klan”

Em comício no Rio de Janeiro, petista também criticou o empresário Luciano Hang

Henrique Gimenes - 08/09/2022 21h42 | atualizado em 13/09/2022 12h26

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: EFE/ Juan Ignacio Roncoroni

Nesta quinta-feira (8), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) promoveu um comício no Rio de Janeiro e disparou críticas ao presidente Jair Bolsonaro e a seus apoiadores. Ao falar com apoiadores em Nova Iguaçu, na Região Metropolitana do Rio, o petista afirmou que os atos do presidente Jair Bolsonaro no dia 7 de Setembro pareciam uma reunião da Ku Klux Klan, grupo supremacista branco dos Estados Unidos.

O candidato à Presidência também aproveitou para atacar o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan.

– Foi uma coisa muito engraçada o ato do Bolsonaro. Parecia uma reunião da Ku Klux Klan. Só faltou o capuz. Não tinha negro, não tinha pardo, não tinha pobre, trabalhador. O artista principal era o velho da Havan, que aparecia como se fosse o Louro José da campanha do Bolsonaro – apontou.

Lula também partiu para o ataque contra o governo Bolsonaro e falou sobre ações na pandemia e Covid-19.

– Esse governo montou uma quadrilha que recebia um dólar de cada vacina. A CPI desvendou esse processo de corrupção e até agora o procurador-Geral da República não abriu inquérito – apontou.

Além do ex-presidente, o evento contou ainda com o candidato ao governo do Rio, Marcelo Freixo (PSB), o candidato ao Senado pelo PT, André Ceciliano, e outros políticos.

Leia também1 Vereador é investigado por morte de apoiador de Bolsonaro
2 Bolsonaro ironiza a Folha após ataque: "Estou nos 30%"
3 Candidato do PCB: "Preferiria ver a rainha morta sob a guilhotina"
4 Pr. Malafaia diz que a imprensa vai eleger Bolsonaro
5 Modalmais/Futura: Bolsonaro abre seis pontos sobre Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.