Leia também:
X Kalil relata ‘pequena discussão’ antes de morte da esposa

Lula promete “gastar o que for preciso” caso seja eleito

Em entrevista à rádio Espinharas, de Patos (PB), ex-presidente criticou o teto de gastos

Henrique Gimenes - 15/03/2022 21h15 | atualizado em 16/03/2022 10h42

Ex-presidente Lula Foto: Divulgação/Ricardo Stuckert

Nesta terça-feira (15), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou o teto de gastos, estabelecido no governo do ex-presidente Michel Temer. E afirmou que, caso seja eleito, vai “gastar o que for preciso gastar”. A declaração foi dada durante uma entrevista à rádio Espinharas, de Patos (PB).

De acordo com ele, os gastos do governo federal representam investimentos.

– Não tem que limitar porque, quando limita, é para gastar menos para o benefício do povo (…) Vamos gastar o que for preciso gastar – apontou.

Lula também criticou o preço dos combustíveis no Brasil e falou sobre a falta de refinarias.

– A incompetência é muito grande de quem governa esse país desde o golpe da Dilma (…) Se tivessem continuado [a construção das] as refinarias, elas poderiam estar prontas, inauguradas, e o Brasil poderia não estar hoje importando gasolina refinada – ressaltou.

O petista ainda prometeu “recuperar” a Petrobras para o povo do Brasil.

– Se preparem, porque vamos ganhar as eleições, e a gente vai recuperar a Petrobras para o povo brasileiro – destacou.

Durante a entrevista, o ex-presidente ainda disparou críticas contra o presidente Jair Bolsonaro, mas sem citar o nome do adversário.

– Nunca falou a palavra Bíblia, só fala a palavra arma. É um negacionista, não fala em amor, fala em guerra. Não fala em paz, fala em ódio. É uma pessoa que o Brasil não merecia – destacou.

Leia também1 Nova pesquisa mostra Bolsonaro chegando mais próximo de Lula
2 Ciro Gomes ataca Boulos por aliança com Lula e Alckmin
3 Huck mantém diálogos com nomes da 3ª via, diz colunista
4 Tabata Amaral: 'Assumir que Bolsonaro já perdeu é arrogante'
5 Moro diz a Nando Moura: "Votar em Bolsonaro é eleger o Lula"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.