Leia também:
X Lava-Jato: TCU condena Deltan e Janot a devolver R$ 2,8 milhões

Lula critica benefícios sociais do governo e diz estar preocupado

Em sabatina na Fiesp, petista afirmou que são "benefícios com uma duração muito pequena"

Henrique Gimenes - 09/08/2022 15h12 | atualizado em 09/08/2022 15h58

Ex-presidente Lula
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT Foto: EFE/Joédson Alves

Nesta terça-feira (9), durante conversa com empresários na sede da Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou os programas de benefícios sociais do governo federal. O petista mostrou preocupação com o aumento do valor do Auxílio Brasil e disse que é a “maior distribuição de dinheiro em campanha politica já vista desde o fim do império”.

Lula participou de uma sabatina ao lado do seu vice, o ex-governador Geraldo Alckmin, e também de Aloízio Mercadante, coordenador do programa de governo. O ex-presidente falou sobre a duração dos benefícios concedidos pelo governo.

– São benefícios com uma duração muito pequena e me preocupa se quando terminar esses benefícios, depois de 3 meses, há de se perguntar se o povo vai aceitar pacificamente a retirada de um benefício que ele está recebendo por conta das eleições. Eu acho isso muito grave. Acho que a sociedade brasileira tem que ficar atenta, porque o sinal do comportamento de alguém para ganhar uma eleição não é tranquilo – apontou.

O petista também decidiu partir para o ataque contra Jair Bolsonaro e criticou a posição do presidente contra as cartas “pró-democracia”.

– Como é que a gente pode viver em um país que o presidente conta sete mentiras todo dia e que chama uma carta que defende a democracia de “cartinha”? Quem sabe a carta que ele gostaria de ter é uma carta feita por milicianos do Rio de Janeiro e não uma carta feita por empresários, intelectuais e sindicalistas defendendo um regime democrático – destacou.

Leia também1 PT orienta Janja, esposa de Lula, a não falar com a imprensa
2 Michelle sobre Lula tomando banho de pipoca: "Isso pode, né?"
3 Bolsonaro sobre Lula-Alckmin: "Marcola e Beira-Mar se unindo"
4 Eleições: Presidenciáveis somam mais de R$ 140 milhões em bens
5 Bolsonaro no Flow tem o dobro da audiência de Lula no Podpah

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.