Leia também:
X Lula conta que já andou armado para se defender nas ruas de SP

Lula ataca a direita: “Pensamos que tinha ficado civilizada”

Em evento com apoiadores, petista culpou o presidente Jair Bolsonaro pelo aumento da violência

Henrique Gimenes - 27/09/2022 16h21 | atualizado em 27/09/2022 16h41

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Agência Brasil/Fernando Pozzebom

Em evento com apoiadores nesta terça-feira (27), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disparou ataques contra a direita brasileira e falou sobre o aumento de casos de violência política. Para o petista, essa situação é culpa do “bolsonarismo”.

O candidato do PT à Presidência ainda afirmou que a esquerda achava “que a direita tinha ficado civilizada”.

– Já mataram três ou quatro porque o bolsonarismo representa parte daquilo que a gente pensava que não existia. Porque a gente tinha pensado que a direita tinha ficado civilizada. Aqui em São Paulo faziam campanha todo ano contra o Maluf e a gente xingava, mas não tinha experiência de violência. A violência era verbal – apontou.

Lula também culpou o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, pelo aumento da violência.

– Nós temos um presidente que não distribui um livro didático para o ensino médio, mas está vendendo armas. E tá liberando a venda de armas. E a venda de armas liberada não vai para pessoas boas, porque quem está comprando armas é o narcotráfico, é o crime organizado – ressaltou.

Leia também1 Globo tirou Thelminha do comando de evento de Lula, diz colunista
2 Rachel Sheherazade faz "L" de Lula e recebe críticas na web
3 Globo orienta seus artistas a não irem a showmício de Lula
4 Bolsonaro: "Eu tenho a oferecer o contrário do que o ladrão fez"
5 "Não preciso fazer promessas", diz Lula ocultando propostas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.