Leia também:
X TSE: Bolsonaro terá direito de resposta em propaganda de Lula

Heleno: “Não é possível admitir volta da quadrilha vermelha”

Para o ministro, "Lula, durante 13 anos, esteve no poder e destruiu o país"

Henrique Gimenes - 25/10/2022 20h54 | atualizado em 26/10/2022 11h19

Ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, ao lado do presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Carolina Antunes

Nesta terça-feira (25), o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, utilizou as redes sociais para mostrar preocupação com o segundo turno das eleições. Em sua conta do Twitter, ele publicou um vídeo afirmando que não podemos “admitir a volta da quadrilha vermelha”.

A declaração foi uma referência ao governo do Partido dos Trabalhadores (PT), conhecido pelo uso da cor vermelha.

– Não há comparação entre Bolsonaro e Lula. Lula, durante 13 anos, esteve no poder e destruiu o país. Divulga mentiras ridículas para encobrir seu vergonhoso passado e repetir sua desastrosa gestão, exibindo dados passageiros e superados – afirmou.

O vídeo é intitulado com a mensagem: “É hora de salvar o Brasil”.

 

Leia também1 Jefferson volta a criticar Cármen e se desculpa com prostitutas
2 TSE: Bolsonaro terá direito de resposta em propaganda de Lula
3 BNDES revela devolução de mais R$ 45 bi de dívida com União
4 Guedes critica "fake news" de petistas sobre a economia
5 SP: Criminosos invadem casa e matam enfermeira de 81 anos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.