Leia também:
X Crente votar em Lula é um absurdo, diz André Valadão

Genial/Quaest: No RJ, Bolsonaro tem 39% e Lula conta com 37%

Atual presidente também lidera em um eventual segundo turno

Pleno.News - 26/09/2022 14h49 | atualizado em 26/09/2022 15h19

Bolsonaro e Lula disputam as eleições presidenciais Arte: Pleno.News // Fotos: Alan Santos/PR e Ricardo Stuckert

O presidente Jair Bolsonaro (PL) lidera numericamente a disputa pelo eleitorado do estado do Rio de Janeiro com 39%, uma oscilação de um ponto porcentual para baixo se comparado ao levantamento anterior, do dia 15 de setembro. O dado é da pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta segunda-feira (26).

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece em segundo lugar com 37%, uma oscilação de um ponto para cima. A margem de erro do levantamento é de 2,5 pontos porcentuais.

Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro lugar com 7%. Simone Tebet (MDB) vem em seguida com 4%. Soraya Thronicke (União Brasil) tem 2% e Luiz Felipe D’Ávila (Novo) 1%. Os outros candidatos não pontuaram. Brancos, nulos e não pretendem votar são 7%. Indecisos, 3%.

SEGUNDO TURNO
No segundo turno, Bolsonaro também lidera numericamente com 44% ante 43% do Lula. Ambos oscilaram um ponto porcentual para baixo se comparado ao levantamento anterior.

A pesquisa ouviu 1.500 eleitores do Rio de Janeiro entre os dias 22 a 25 de setembro. A margem de erro do levantamento é de 2,5 pontos porcentuais, com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada sob os números RJ-06442/2022 e BR-01966/2022.

*AE

Leia também1 Brasil bate recorde de pesquisas de intenção de voto nesta eleição
2 Bolsonaro diz que é impossível Lula ser eleito no 1º turno
3 Lula teve proteção de atiradores de elite durante evento no Rio
4 PT escala Marina e Alckmin na busca pelo voto evangélico
5 “Não temos estratégia”, diz Tebet em reta final de campanha

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.