Leia também:
X Socialista, líder do PCO critica Boulos e faz elogio a Bolsonaro

Exército pede reunião com o TSE sobre urnas eletrônicas

Comitiva de 10 oficiais irão ao Tribunal Superior Eleitoral

Monique Mello - 02/12/2021 13h20 | atualizado em 02/12/2021 14h04

Urna eletrônica Foto: Ascom/TSE

Nesta quinta-feira (2), militares vão se reunir com a equipe de tecnologia da informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para discutir a segurança das urnas eletrônicas.

De acordo com informações da CNN, uma comitiva de 10 oficiais será enviado pelo Exército à reunião, cuja iniciativa foi do próprio Exército.

Major Monteiro, especialista do centro de defesa cibernética militar, compareceu ao Teste Público de Segurança das Urnas na semana passada. Este evento consiste em um intenso teste do sistema das urnas em que são simulados ataques.

Investigadores da Polícia Federal pediram que a dinâmica, que costuma durar sete dias, durasse apenas seis, dos quais o representante do Exército participou de quatro dias.

O que se acredita nos bastidores é que a presença do Exército nas fases de testes das urnas poderá garantir mais legitimidade ao processo eleitoral, minimizando assim as desconfianças quanto à eficácia das urnas eletrônicas.

Um grupo formado por autoridades, técnicos e sociedade civil, que acompanha o TSE, comprometeu-se a enviar um relatório para indicar quais foram os pontos sensíveis e as vulnerabilidades achados nos testes, bem como sua relevância.

Leia também1 Teste nas urnas "acha" 5 falhas, e Barroso diz que não há risco
2 "Abaixo de Deus, apenas o STF no Brasil", diz senador Omar Aziz
3 Eleições 2022: Datena anuncia apoio a Doria e Rodrigo Garcia
4 Saiba quais são os próximos ministros do STF a se aposentar
5 Terceira via poderá ter 'prévias' para escolher candidato único

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.