Leia também:
X Projeto de lei é questionado por possível censura a culto nas ruas

Ex-ministro de Bolsonaro vai assumir a direção-geral do TSE

General Fernando Azevedo ocupou o cargo de ministro da Defesa, mas deixou o governo em março deste ano

Henrique Gimenes - 14/12/2021 16h56 | atualizado em 14/12/2021 17h52

Ex-ministro da Defesa Fernando Azevedo Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) irá contar com um ex-ministro do presidente Jair Bolsonaro para ocupar o posto de diretor-geral da Corte. Trata-se de Fernando Azevedo, ex-ministro da Defesa, que ficará responsável por cuidar das licitações e tratar de questões administrativas.

O general Fernando Azevedo deixou o governo em março e explicou que saiu da função “na certeza da missão cumprida”.

De acordo com a revista Veja, Azevedo irá ingressar na Corte em fevereiro, quando o ministro Edson Fachin vai assumir a Presidência do TSE. O ex-ministro da Defesa continuará nas funções durante as eleições de 2022, quando o TSE será presidido pelo ministro Alexandre de Moraes.

Além dele, outro ex-integrante do governo Bolsonaro deverá ser nomeado para um cargo no TSE ano que vem. Será o ex-advogado-geral da União José Levi, que assumirá a Secretaria-Geral da Corte em agosto, quando Moraes presidir o Tribunal.

Leia também1 Bolsonaro diz que Globo reduziu salário de Bonner e 'organiza' vaquinha
2 Ministro da Justiça anuncia “reestruturação das polícias”
3 Elon Musk quer implantar chips cerebrais em humanos em 2022
4 TSE: PF intima Bolsonaro sobre vazamento de ataque hacker
5 Petrobras reduz em 3% preço da gasolina para distribuidoras

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.