Leia também:
X Primeiro ato de campanha de Bolsonaro será em Juiz de Fora

“Esnobado” pelo partido, Molon arrecada R$ 100 mil em vaquinha

Recursos serão usados para campanha ao Senado

Henrique Gimenes - 12/08/2022 16h01 | atualizado em 12/08/2022 16h36

Alessandro Molon Foto: Câmara dos Deputados / Antonio Augusto

Após ter sido “desprezado” por seu partido, o PSB, em sua campanha para o Senado pelo Rio de Janeiro, Alessandro Molon decidiu recorrer a uma vaquinha virtual. E em seis dias, ele conseguiu atingir a meta estipulada, um total de R$ 100 mil.

A iniciativa teve início após o PSB decidir não destinar recursos à campanha de Molon ao Senado. O partido tomou a decisão para manter a aliança com o Partido dos Trabalhadores (PT), que apoia o nome de André Ceciliano na disputa.

Em suas redes sociais, Alessandro Molon celebrou a marca e anunciou uma nova meta, de R$ 250 mil.

– A nossa candidatura é a única que tem condições reais de derrotar o candidato do bolsonarismo, que é Romário. Para isso a gente vai precisar de mais recursos, para fazer bom material de campanha e organizar nosso comitê – disse o político.

Leia também1 Ministro nega exclusão de vídeo em que Lula ataca Bolsonaro
2 PT avalia pagar Auxílio apenas para vacinados, caso Lula vença
3 Posse de Moraes no TSE pode ter presenças de Bolsonaro e Lula
4 Indústria se une contra decisão de Moraes que derrubou decreto
5 Bolsonaro: "Melhor participar de programa do que de debate"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.