Leia também:
X FAB nega acusação de que levou Olavo de Carvalho para os EUA

Empresa que realizou pesquisa “pró-Moro” foi aberta há 5 dias

Números de análise feita pela Ponteio Política indicaram números incomuns para o ex-juiz

Paulo Moura - 21/11/2021 11h54 | atualizado em 21/11/2021 12h24

Sergio Moro Foto: EFE/ Joédson Alves

Uma pesquisa eleitoral divulgada na última semana chamou a atenção por trazer bons números ao ex-ministro da Justiça, Sergio Moro. Entretanto, não foram apenas os dados que saltaram aos olhos, mas também o fato de que a empresa que fez a pesquisa teve seu CNPJ registrado na Receita Federal apenas três dias antes da divulgação dos números.

É o que mostra o Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral da Ponteio Política, obtido pelo Pleno.News neste domingo (21). O documento, que é emitido pelo site da Receita Federal e aberto para consulta pública através de pesquisa pelo número do CNPJ, indica que a data de abertura do cadastro da empresa foi a última terça-feira (16).

Ponteio foi registrada na última terça-feira Foto: Reprodução/Receita Federal

Três dias depois, na sexta-feira, dia 19, veículos de imprensa tradicionais divulgaram os números da Ponteio, que curiosamente mostraram dados mais “encorpados” do ex-juiz na comparação com pesquisas anteriores. Os 11% registrados por Moro, por exemplo, foram mais altos do que o resultado de qualquer outra análise do 2° semestre.

Apesar da Resolução 23.600/2019, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estabelecer que os institutos de pesquisa são obrigados a divulgar as informações detalhadas sobre as análises, essa obrigação só é aplicada a partir do dia 1° de janeiro do ano eleitoral. Por conta disso, a consulta da Ponteio não possui dados públicos conhecidos.

Leia também1 FAB nega acusação de que levou Olavo de Carvalho para os EUA
2 Palestino mata um israelense em ataque a tiros em Jerusalém
3 McDonald’s em SP notificado por usar banheiro misto troca placa
4 Safadão gravará música de DJ que foi preso por agredir a ex
5 Moro: Não me arrependo de ter participado do governo Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.