Leia também:
X Rodrigo Pacheco é chamado de “traidor” ao votar em BH

Eleitor é preso após colar teclas de urna eletrônica no MS

Homem inviabilizou temporariamente votação em seção na cidade de Campo Grande

Paulo Moura - 02/10/2022 16h40 | atualizado em 02/10/2022 17h51

Urna com as teclas coladas Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um eleitor foi preso em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, após colar as teclas de uma urna eletrônica com cola instantânea e de alta resistência e obstruir a votação em uma seção eleitoral. Identificado como Gabriel Scherer da Costa, de 22 anos, o homem foi preso pela Polícia Federal em sua própria casa.

O juiz eleitoral Luiz Felipe Medeiros informou que o crime foi revelado logo após Gabriel sair da sala de votação. De acordo com o magistrado, assim que o eleitor seguinte tentou registrar seus votos, foi possível constatar que os teclados estavam colados e que, por causa disso, não era possível votar.

O juiz também informou que a urna eletrônica foi substituída e a votação prosseguiu normalmente, após um breve período de paralisação. A urna danificada foi levada pela Polícia Federal para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Leia também1 Após decisão de Moraes, redes da juíza Ludmila Lins saem do ar
2 Bolsonaro vence com quase 80% dos votos em Nagoia, no Japão
3 Picanha a R$ 22 gera tumulto em frigorífico de Goiânia
4 Galeria de fotos: Famosos votam no 1º turno das Eleições 2022
5 General Villas Bôas exerce sua cidadania e vota em Brasília

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.