Leia também:
X Juiz rejeita denúncia para tornar padre réu por homofobia

“Eleição de 2022 será a mais suja da história”, diz João Doria

Tucano se refere principalmente a Jair Bolsonaro e Lula

Monique Mello - 06/12/2021 19h00 | atualizado em 07/12/2021 12h44

João Doria é pré-candidato à Presidência pelo PSDB Foto: Governo do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria, acredita que pode ser o próximo presidente da República. O que o faz acreditar nisso é o fato de ter saído vitorioso em todas as eleições que disputou até agora, sendo a última as prévias do PSDB, na qual derrotou Eduardo Leite e Arthur Virgílio.

Em entrevista à revista Veja, o tucano se mostrou confiável de ser uma alternativa viável à polarização entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente Jair Bolsonaro. Para ele, a eleição de 2022 será “a mais suja da história”, no que depender dos dois principais oponentes.

– A eleição será a mais dura e a mais suja da história. Ou você está preparado para enfrentar as adversidades, as narrativas mentirosas, a agressividade, as intimidações, ou você já começa a campanha como um perdedor. Esperar de extremistas uma campanha elevada é acreditar em Papai Noel. Nem Bolsonaro nem Lula farão campanhas altivas. Serão campanhas sujas, duras e intimidadoras.

Doria diz que contra a sujeira que ele “prevê” irá atuar com “posicionamento, história, fatos e atitudes”.

– O diferencial é que vamos ter organização. Nas prévias, surpreendemos a todos. Nós temos o que apresentar em saúde, proteção social, emprego, aumento do PIB, confiabilidade internacional, proteção ambiental, em cultura, em esporte, em turismo, em qualquer área nós performamos bem aqui, em São Paulo – disse.

O presidenciável do PSDB também reforçou que, caso ele possa decidir, sua opção como candidato a vice será uma mulher. Segundo Doria, o centro democrático liberal-social precisa de capacidade de construir uma candidatura forte para o primeiro turno. Caso contrário, em suas palavras, um segundo turno Bolsonaro x Lula será um “pesadelo”.

Leia também1 Gilmar Mendes desbloqueia bens de ex-secretário de João Doria
2 Aliado de Doria anula CPI que investigaria governos do PSDB
3 Bolsonaro veta ex-secretário de Doria em cargo no governo
4 “Tenho agenda marcada com Sergio Moro”, diz João Doria
5 Veja quem são os pré-candidatos à Presidência da República

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.