Leia também:
X Suplicy interrompe evento do PT: “Não fui convidado”

Edson Fachin diz que não prevê reunião fechada com militares

Presidente do TSE afirmou que as discussões sobre o pleito acontecerão na comissão e no observatório de transparência das eleições

Paulo Moura - 21/06/2022 15h09 | atualizado em 21/06/2022 15h30

Ministro Edson Fachin, presidente do TSE Foto: Agência Brasil/Nelson Jr.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, declarou que não prevê a realização de uma reunião fechada com as Forças Armadas sobre as eleições. À CNN Brasil, Fachin afirmou que as discussões sobre o pleito acontecerão dentro da Comissão de Transparência das Eleições (CTE) e do Observatório de Transparência das Eleições (OTE).

– Não imagino que [uma] instituição almeje tratamento privilegiado, preciso prezar pela igualdade – alegou.

A declaração de Fachin estava relacionada ao ofício enviado à Corte pelo Ministério da Defesa, na qual o ministro da pasta, Paulo Sérgio Nogueira, reiterou a solicitação de uma audiência particular entre os grupos técnicos das Forças Armadas e da Justiça Eleitoral.

Nesta segunda-feira (20), os militares chegaram a participar da reunião da Comissão de Transparência das Eleições, na qual foram representados pelo general Heber Garcia Portela. O militar, no entanto, esteve de microfone e câmera fechados e não se manifestou.

Leia também1 Deputados colhem assinaturas para criar CPI da Petrobras
2 Rodrigo Pacheco diz ser contra instalação da CPI da Petrobras
3 Roberto Carlos vai fazer show só para mulheres no Rio
4 Filha trans de Musk entra na Justiça para tirar o nome do pai
5 Caso Genivaldo: PF pede mais 30 dias para concluir o inquérito

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.