Leia também:
X ‘Influenciadores evangélicos se posicionaram contra Lula’

Ditador da Nicarágua, Ortega parabeniza Lula após 1° turno

Daniel Ortega, amigo de Lula de longa data, vem se perpetuando no poder com a perseguição de opositores

Pleno.News - 04/10/2022 09h20 | atualizado em 04/10/2022 09h26

Lula e Daniel Ortega Foto: ABr/Roosewelt Pinheiro

O ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, enviou uma mensagem, nesta segunda-feira (3), ao ex-presidente Lula (PT) o parabenizando pelo resultado obtido no primeiro turno das eleições do Brasil. Após a apuração, ficou definido que o petista disputará o segundo turno contra o presidente Jair Bolsonaro (PL).

– O parabenizo por este primeiro momento de vitória das famílias e do povo do Brasil, que se levantam com esperança e vozes de gigantes, nos encoraja a todos. Parabenizando você e o Brasil, nos congratulamos sabendo que o mundo pertence a quem luta, e que estamos realizando as transformações necessárias, com coragem diária – escreveu.

O político nicaraguense, amigo de longa data de Lula, está no poder de forma ininterrupta no país desde 2007, vencendo eleições de fachada. Nos seis meses anteriores à última votação, em novembro passado, o regime prendeu, sob acusações de lavagem de dinheiro e traição à pátria, sete candidatos opositores.

Há ainda atrás das grades mais de 30 outros políticos e mais de 100 líderes sindicais e estudantis, jornalistas e ativistas, segundo a Comissão Interamericana de Direitos Humanos. Muitos têm sido condenados em julgamentos igualmente de fachada.

Nos últimos anos, Ortega cancelou o registro dos dois principais blocos de oposição, passando a dominar o Legislativo, e nomeou novos juízes da Suprema Corte, viabilizando a aprovação de leis que estendem prisões preventivas e o alcance das acusações de traição.

No âmbito da relação com a igreja, há no país uma onda de perseguição, que começou em março deste ano, com a expulsão do país de líderes religiosos católicos, acusados pelo regime de Ortega de serem terroristas. O governo da Nicarágua também prendeu padres e fechou igrejas e emissoras de rádio ligadas aos católicos.

*Com informações EFE e AE

Leia também1 Senador protocola pedido por CPI de pesquisas eleitorais
2 Eleito, Zé Trovão pedirá ao STF que o livre da tornozeleira
3 Rio tem 2ª morte de infectado por varíola dos macacos
4 Zema diz que "provavelmente" apoiará Bolsonaro no 2° turno
5 Patrícia Pillar, ex de Ciro Gomes, declara voto em Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.