Leia também:
X Datafolha traz Lula como maior defensor de ‘valores tradicionais’

De olho nas eleições de 2022, Lula e Alckmin jantam juntos

Evento reuniu diversos políticos de esquerda e opositores do governo, como Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros

Paulo Moura - 19/12/2021 21h11 | atualizado em 20/12/2021 10h11

Alckmin ao lado de Lula Foto: Divulgação Lula/Ricardo Stuckert

Possíveis integrantes da mesma chapa nas eleições presidenciais de 2022, o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, realizaram sua primeira reunião pública na noite deste domingo (19), em meio a discussões sobre uma possível parceria no pleito do próximo ano.

O encontro entre os dois ocorre durante um jantar promovido pelo grupo de advogados Prerrogativas, que contou com 500 convidados no restaurante A Figueira Rubaiyat, em São Paulo. O nome de Alckmin tem sido cotado para compor uma chapa com o petista há bastante tempo, e o evento marcaria o aumento dessa aproximação entre os dois.

O jantar ocorre após Alckmin oficializar sua saída do PSDB, anunciada na última semana. A migração do ex-governador também foi vista como um avanço na direção da formação da chapa, articulada sobretudo pelo ex-governador Márcio França (PSB) e pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT).

Além dos dois, confirmaram presença no jantar: Gleisi Hoffmann, deputada e presidente do PT; Gilberto Kassab, presidente do PSD; os governadores do Piauí, Wellington Dias, e de Pernambuco, Paulo Câmara; os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Renan Calheiros (MDB-AL); e o deputado federal Rodrigo Maia (Sem Partido-RJ).

Leia também1 Esquerdista Gabriel Boric é eleito novo presidente do Chile
2 Datafolha traz Lula como maior defensor de 'valores tradicionais'
3 Sergio Moro desmente ter alugado casa por R$ 50 mil
4 Condenado a mais de 196 anos por estupros foge da prisão
5 Coreia do Norte proíbe sorrisos e risadas por 11 dias. Entenda!

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.