Leia também:
X Frota denuncia Zambelli após deputada invadir CPI da Covid

Datafolha dá vitória a Lula em 2022 e vira piada nas redes

Pesquisa do jornal Folha de S. Paulo indicou vitória com folga do petista

Pleno.News - 12/05/2021 19h25 | atualizado em 12/05/2021 19h47

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (12) aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança com folga na corrida eleitoral ao Palácio do Planalto em 2022. Lula, que recuperou seus direitos políticos, tem 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% do atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido). Em um eventual segundo turno, o petista venceria o adversário por 55% a 32%.

A divulgação da mais recente pesquisa ligada ao jornal Folha de S. Paulo foi alvo de questionamentos nas redes sociais. Conhecida por errar previsões na corrida eleitoral de 2018, o Datafolha virou motivo de piada entre internautas, sobretudo aqueles que apoiam o presidente Jair Bolsonaro.

Muito eleitores afirmaram que a pesquisa alerta parai a necessidade do voto impresso e auditável, pauta defendida por Bolsonaro. O presidente afirma que esta é a única maneira para se evitar fraudes.

‘3ª VIA’ FRACASSA
Ainda em uma primeira etapa de votação, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro (sem partido) aparece com 7% das intenções de voto; o ex-ministro da Integração e vice-presidente do PDT, Ciro Gomes (PDT), tem 6%, o apresentador Luciano Huck (sem partido), 4%; o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), 3%; e, com 2%, estão empatados o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM) e João Amoêdo (Novo).

Outros 9% informaram que votariam em branco, nulo, ou em nenhum candidato, e 4% estão indecisos. A pesquisa foi feita com 2.071 pessoas, de forma presencial, em 146 municípios, entre ontem e hoje. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

2º TURNO
O Datafolha destaca que, no segundo turno, Lula herdaria votos dados a Doria, Ciro e Huck, e Bolsonaro teria os de Moro. Lula ganharia de Moro (53% a 33%) e Doria (57% a 21%) caso enfrentasse esses candidatos no segundo turno. Bolsonaro empataria tecnicamente com Doria (39% a 40%) e perderia para Ciro (36% a 48%).

*Com informações do Estadão

Leia também1 Frota denuncia Zambelli após deputada invadir CPI da Covid
2 Juíza arquiva ação contra Felipe Neto por 'Bolsonaro genocida'
3 "Se o Parlamento promulgar, teremos voto impresso em 2022"
4 Bolsonaro minimiza efeitos da CPI: "Só Deus me tira daqui"
5 Flávio Bolsonaro chama Renan de 'vagabundo', e CPI é suspensa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.