Leia também:
X Mulher é encontrada morta ao lado da filha de oito meses

Cúpula do MDB e Tebet planejam acusar Lula de feminicídio

Grupo encabeçado por Renan Calheiros quer judicializar convenção de candidatura de Simone Tebet

Monique Mello - 25/07/2022 11h43 | atualizado em 26/07/2022 13h19

Simone Tebet e Lula são candidatos à Presidência da República Fotos: Edilson Rodrigues/Agência Senado // Bruno Ulivieri/ AgNews

A cúpula do MDB está pronta para travar uma batalha contra a ala pró-Lula do partido e o próprio petista, caso a convenção do partido que deve homologar a candidatura de Simone Tebet seja judicializada.

A ameaça de judicialização partiu do senador Renan Calheiros (MDB- AL), que encabeça a ala lulista do partido, com o argumento de que os recursos da legenda deveriam ser usados para fortalecer a presença no Congresso e defende apoio ao candidato do PT já no primeiro turno.

Renan e o grupo se reuniram na última semana com o ex-presidente Michel Temer na tentativa de adiar a convenção do partido, na qual o nome de Tebet deve ser formalizado na disputa. O evento está previsto para esta quarta-feira (27).

Nada satisfeita com essa iniciativa, a cúpula emeedebista escolheu como contra-ataque o discurso de que o ex-presidente Lula comete um “feminicídio” político, ao atuar junto a grupos do MDB para boicotar a candidatura da senadora à Presidência da República.

– Se eles judicializarem, vamos dizer que o Lula está cometendo uma tentativa de feminicídio, ao querer matar a candidatura da única mulher candidata a presidente – afirmou um influente dirigente emedebista ao colunista Igor Gadelha, do Metrópoles.

– Estão querendo inviabilizar a candidatura dela por uma questão de gênero – critica o dirigente, apontando que se o candidato da sigla fosse o ex-presidente Michel Temer, “duvido que fariam isso”.

Leia também1 Temer afasta ideia de apoiar PT: "Me chamam de golpista"
2 Pesquisa BTG/FSB: Bolsonaro sobe 4 pontos entre evangélicos
3 Justiça mantém prisão de homem que criticou Lula e STF
4 Em ato de Lula, poeta desdenha: "Povo lá sabe dar facada"
5 Emocionado, Jair Bolsonaro vai às lágrimas em fala de Michelle

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.