Leia também:
X Gusttavo Lima declara apoio a Bolsonaro em show nos EUA

Bolsonaro encerra campanha hoje com motociatas em SP e SC

Campanha aposta no maior colégio eleitoral do país e no estado onde Bolsonaro teve 76% dos votos em 2018

Pleno.News - 01/10/2022 11h32 | atualizado em 02/10/2022 16h10

Bolsonaro aposta em motociatas com último ato de campanha Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) encerra neste sábado (1º), a campanha no primeiro turno das eleições com viagens a São Paulo e em Joiville (SC). Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, Bolsonaro participa de uma motociata nesta manhã na capital. E a atenção especial a Santa Catarina é porque o estado foi o que o presidente obteve 76% dos votos no segundo turno de 2018. A campanha aposta em uma “onda verde e amarela” para alavancar o candidato à reeleição na reta final.

O QG da campanha decidiu manter foco total no Sudeste, que concentra os três maiores colégios eleitorais, para tentar evitar uma vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Nesta sexta-feira (30), Bolsonaro transmitiu em suas redes sociais trechos de uma motociata com apoiadores em Poços de Caldas, Minas Gerais.

Dois dias antes, o presidente havia feito campanha em Santos (SP). As viagens para Santa Catarina hoje e para Pernambuco e Bahia na terça-feira (27), foram decididas pelo próprio Bolsonaro.

Em São Paulo, Bolsonaro também tentará alavancar as candidaturas do ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas ao governo do estado e a do ex-titular da Ciência e Tecnologia Marcos Pontes ao Senado, com uma motociata pela capital. Em SC, o chefe do Executivo quer ajudar outros dois aliados: o senador Jorginho Mello (PL), que concorre ao governo do estado, e o ex-secretário da Pesca Jorge Seif Jr. (PL), que disputa um assento no Senado.

Desde agosto, Bolsonaro deu prioridade aos três maiores colégios eleitorais do país: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. O presidente escolheu a cidade de Juiz de Fora (MG), onde levou uma facada em 2018, para dar início à campanha.

Nos últimos dias, Bolsonaro também passou a pregar contra o voto útil, estratégia adotada pela campanha de Lula para tentar “liquidar a fatura” no primeiro turno. Em transmissão ao vivo nas redes sociais nesta semana, o presidente disse que os eleitores devem votar neste domingo (2) em seu candidato favorito.

*AE

Leia também1 Gusttavo Lima declara apoio a Bolsonaro em show nos EUA
2 Sikêra Jr. declara voto: "Meu presidente é Jair Bolsonaro"
3 TSE decide condenar Bolsonaro por reunião com embaixadores
4 Piquet: "Não vamos deixar ex-presidiário dirigir nosso país"
5 Missionário R. R. Soares grava vídeo em apoio a Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.