Leia também:
X Tarcísio: “Não aceitamos mais o PT e toda a sua corrupção”

Bolsonaro detona matéria que fala em “golpe” de empresários

Tema foi tratado pelo presidente durante conversa com jornalistas

Pleno.News - 18/08/2022 15h54 | atualizado em 18/08/2022 17h48

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

Nesta quinta-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro criticou uma reportagem que afirma que um grupo de empresários teria defendido um golpe caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vencesse as eleições. O assunto foi discutido durante conversa com jornalistas em São José dos Campos (SP).

O assunto foi revelado em uma reportagem do site Metrópoles, que apresentou prints que seriam de conversas de grandes empresários brasileiros em um grupo de WhatsApp. De acordo com o colunista Guilherme Amado, entre os empresários presentes no grupo estão Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan; Afrânio Barreira, do Grupo Coco Bambu; José Koury, dono do Barra World Shopping, no Rio de Janeiro; Ivan Wrobel, da construtora W3 Engenharia; e Marco Aurélio Raymundo, dono da marca de surfwear Mormaii.

Ao ouvir o nome de Hang como um dos que estaria falando do tema no grupo de WhatsApp, o presidente lembrou de especulações da imprensa a respeito de seu governo.

– O Luciano Hang falando em dar golpe? Qual jornalista [que disse isso]? Toda semana, quase, vocês [jornalista] demitem um ministro meu e não dizem a origem – apontou.

Na sequência, Bolsonaro foi informado sobre o nome do autor da reportagem.

– Guilherme Amado? Tá de brincadeira. Esse cara é uma máquina de fake news. Ele acusou o Luciano Hang de querer dar golpe? – indagou.

O presidente então foi informado sobre os prints de conversas a respeito do tema. Bolsonaro então decidiu mudar o tema da conversa e falou sobre outros países da América do Sul.

– Olha como está nossa Argentina. A situação que está a Argentina (…). Olha como está o Chile. Olha como está o guerrilheiro do M-19, na Colômbia. Que agora resolveu liberar as drogas e dar uma pancada nas Forças Armadas, aí sim criando milícias populares – destacou.

Leia também1 Modalmais/Futura: Bolsonaro lidera intenções de voto no RJ
2 Bolsonaro afirma que esquerda esperava desastre na economia
3 Youtuber provoca Bolsonaro e depois chama PT de partido de vagabundo
4 PF vê crime em declaração de Bolsonaro sobre vacina e Aids
5 Bolsonaro chega em São José dos Campos, onde fará motociata

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.