Leia também:
X Roberto Jefferson abrirá horário eleitoral para presidente

Bolsonaro defende excludente de ilicitude para policiais

Presidente afirmou que pretende conseguir a aprovação da medida com um novo Parlamento eleito

Pleno.News - 25/08/2022 08h33 | atualizado em 25/08/2022 11h45

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Clauber Cleber Caetano

Em campanha pela reeleição, o presidente Jair Bolsonaro (PL) renovou, nesta quarta-feira (24), a promessa de aprovar no Congresso o excludente de ilicitude para policiais militares se ganhar um segundo mandato. Durante comício na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, Minas Gerais, o chefe do Executivo também defendeu o armamento da população.

– Dizer a vocês policiais militares que tem aqui, hoje nós temos um governo que também acredita e valoriza vocês. Um governo, se Deus quiser, com um novo parlamento, vai conseguir o excludente de ilicitude para que vocês bem possam trabalhar – declarou o presidente.

O chefe do Executivo também disse que colocou um “ponto final” nas ações do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Ao defender o armamento, o candidato à reeleição afirmou que “pacificou o campo” e declarou que “as ditaduras são precedidas por movimentos desarmamentistas”.

– Eu, o meu governo é diferente. Nós não temos medo de armar o cidadão de bem, porque, mais do que a segurança de cada um de vocês, é a garantia que ninguém escravizará o nosso povo – disse Bolsonaro.

O presidente chegou no começo da tarde em Belo Horizonte. Na região metropolitana, foi a encontros com prefeitos e lideranças religiosas. Depois, participou de uma motociata que saiu da Praça da Pampulha em direção ao local do comício, a Praça da Liberdade.

*AE

Leia também1 Roberto Jefferson abrirá horário eleitoral para presidente
2 Eleições: Moraes cobra dados de segurança de chefes das PMs
3 Com R$ 66,5 milhões, Lula lidera repasses de fundo eleitoral
4 “Único lugar que o Lula ganha é no Datafolha”, diz Bolsonaro
5 PT vai ao TSE com "enxurrada" de ações contra bolsonaristas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.