Leia também:
X Mãe confessa que assassinou as próprias filhas, diz polícia

Após virar meme, candidata do Piauí tem candidatura barrada

Dentre as pérolas, Lourdes Melo chamou Alexandre de Moraes de "cabeça de ovo"

Pleno.News - 28/09/2022 14h06 | atualizado em 28/09/2022 16h21

Lourdes Melo é candidata ao governo do Piauí Foto: Reprodução/Vídeo redes sociais

Depois de viralizar nas redes sociais com o bordão “você quer me calar?”, a candidata do PCO ao governo do Piauí, Lourdes Melo, foi barrada de concorrer ao cargo. A impugnação da candidatura foi unânime no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI). A decisão, tomada nesta semana, foi fundamentada no fato de que o registro da candidatura do vice de Lourdes, Cloves José, foi feito um dia depois do prazo previsto em lei.

Assim, a chapa toda foi impugnada. Lourdes afirmou em suas redes sociais que seu nome “estará nas urnas para ser votado” e que “esta medida infundada está sendo sanada”.

Recentemente, Lourdes também voltou a ser assunto nas redes após incluir um “bate-papo com vizinhas” na agenda oficial.

Agenda da candidata chamou atenção Foto: Reprodução/Redes sociais

Em outro debate transmitido pela Rede Meio Norte, Lourdes também chamou atenção pela forma como se referiu ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante uma fala sobre o sistema de Justiça brasileiro.

– O ministro cabeça de ovo, cabeça lustrada, está perseguindo nosso partido – disse na ocasião.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pleno.News (@plenonews)

*Com informações da AE

Leia também1 Relembre o que Felipe Neto falou sobre Lula em 2016: “Bandido”
2 Vídeo de Moraes fazendo gesto de degola gera polêmica
3 Lula: “Não é possível um cidadão com 81 anos querer a reeleição”
4 Jair Bolsonaro visita o Instituto Neymar, na Baixada Santista
5 Angélica revela voto após ter "muita dificuldade" para decidir

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.