Leia também:
X Moraes afirma que caso Zambelli não é de responsabilidade do TSE

Anitta questiona pesquisas eleitorais e é rechaçada na web

Internautas se irritaram com reflexões da cantora no dia do 2º turno

Pleno.News - 30/10/2022 16h59 | atualizado em 30/10/2022 17h24

Anitta Foto: Vitor Pereira / AgNews

Na madrugada deste domingo (30), poucas horas antes de começar a votação do segundo turno das eleições, Anitta ressurgiu nas redes sociais, após período um pouco menos ativa, refletindo sobre a corrida eleitoral e questionando as pesquisas eleitorais.

Em seu perfil no Twitter, a cantora fez uma série de publicações sobre o voto e a escolha pelo candidato. As falas, porém, foram criticadas pelos internautas, incluindo sua base de fãs, que avaliaram como “desnecessário” o conteúdo das postagens no dia do pleito.

A artista começou a sequência de tuítes questionando as pesquisas eleitorais e fazendo uma comparação com o voto secreto.

– Se o voto é secreto protegido pela lei, por que será que as pesquisas de voto são permitidas pela lei? Não parece um pouco ambíguo? Bom refletir sobre – iniciou.

Os seguidores logo reagiram em crítica à artista. O nome de Anitta rapidamente ocupou o primeiro lugar nos Trending Topics do Twitter. Apesar da reação dos usuários, a cantora seguiu com os tuítes. Ela pediu por paz para que “o país não afunde em uma treva ainda maior” no dia das eleições e para que as pessoas “possam andar sem medo nas ruas”. E também acrescentou um discurso sobre igualdade e união.

Depois, a cantora se dirigiu aos eleitores indecisos, orientando que eles tivessem “a própria opinião” e pedindo que comparassem os candidatos na disputa aos seus pais.

– Quem você escolheria para criar você? Ser seu pai durante toda a vida? – questionou.

Anitta finalizou a sequência de postagens dizendo: “Às vezes a resposta está bem pertinho da gente e a gente se perde no meio com tanta coisa que escutamos e tantos nervos aflorados. Boa noite”.

A cantora não citou abertamente seu voto no segundo turno, diferente do primeiro, em que ela declarou apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Seu silêncio recente em relação ao petista irritou seus seguidores.

*AE

Leia também1 Pai de Neymar declara voto em Bolsonaro: "Nosso país unido"
2 Nana Caymmi declara voto em Bolsonaro: "Para meus bisnetos"
3 Regina Duarte é hostilizada por apoiadores de Lula em teatro
4 Com camisa de Israel, Michelle vota no DF: "Nas mãos de Deus"
5 Bolsonaro tem mais votos em Israel, Lula na Palestina

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.