Leia também:
X Em música, Leonardo e Zé Felipe revelam apoio a Bolsonaro

Aliado de Lula, Jean Wyllys defende prisão de Padre Kelmon

Candidato do PTB protagonizou embates com o ex-presidente durante o debate da Globo

Paulo Moura - 30/09/2022 15h22 | atualizado em 30/09/2022 15h58

Jean Wyllys Foto: EFE/ Paulo Novais

Com um tom bastante ofensivo, o ex-deputado federal Jean Wyllys (PT) fez uma publicação em suas redes sociais durante o debate presidencial que aconteceu entre esta quinta (29) e sexta-feira (30) na qual afirmou que o candidato Padre Kelmon (PTB) deveria “sair preso” do programa. O ex-parlamentar ainda chamou o sacerdote de “vigarista fascista”.

– Esse vigarista fascista disfarçado de padre deveria sair daí preso por charlatanismo, falsidade ideológica e estelionato! – escreveu.

Jean Wyllys defendeu prisão de padre Foto: Reprodução/Twitter

Kelmon protagonizou uma forte discussão com o ex-presidente Lula (PT), que é apoiado por Wyllys, durante o debate. Em determinado momento, o petebista citou uma declaração antiga do vice de Lula, Geraldo Alckmin (PSB), na qual o ex-governador afirmou que o petista queria voltar “à cena do crime”.

A discussão então ficou acalorada e Lula passou a bater boca com Kelmon, com diversas trocas de acusações. Enquanto o candidato do PTB chamava Lula de “chefe da corrupção”, o petista respondeu que o petebista seria um “candidato laranja”. O mediador, William Bonner, teve de intervir para que a discussão cessasse.

Leia também1 Frases de Soraya ganham as redes durante debate da Globo
2 Governo de SP: Tarcísio sobe e Haddad cai em pesquisa Ipespe
3 Consulado da Rússia em NY é vandalizado com tinta vermelha
4 Sogra de Sasha faz post contra o comunismo, Lula e ditadores
5 Lula: "Um debate com muita gente é sempre mais difícil"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.