Leia também:
X Queda de avião deixa três mortos no interior de São Paulo

Adrilles disputará eleições para combater a “esquerda sujinha”

Jornalista irá concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados

Henrique Gimenes - 25/06/2022 14h21 | atualizado em 27/06/2022 09h44

Adrilles Jorge Foto: Thiago Duran/AgNews

Mais um grande nome da direita brasileira decidiu que irá disputar as eleições neste ano. Nesta sexta-feira (24), durante participação no programa Pânico, da Jovem Pan, o jornalista Adrilles Jorge falou sobre sua intenção de concorrer à Câmara dos Deputados e que pretende trabalhar em defesa da liberdade.

Adrilles disse que pretende disputar uma vaga de deputado federal mesmo sem “experiência política nenhuma” e que pretende se unir às pessoas.

– A partir do momento que eu estabeleço uma discussão concreta e estudada sobre os problemas que eu vejo na sociedade e no país, na perda das liberdades fundamentais que estamos tendo depois da pandemia, acho que posso estabelecer um vínculo de ação. Não preciso fazer algo sozinho, não é narcisista. Vou contar com todo mundo, todas as habilidades e técnicas, vou me unir às pessoas – apontou.

O jornalista afirmou ainda que não é bolsonarista, mas lembrou que Bolsonaro é quem defende as liberdades atualmente.

– Eu não sou bolsonarista. Existem dois caminhos no país hoje polarizado. Existe uma perda de liberdade, é fundamental que a gente resolva isso (…). A gente perdeu liberdade de trabalhar, se educar, andar seguro nas ruas, liberdade de empreender. Todas essas liberdades quem defende hoje é um homem chamado de tirano e fascista, que é Bolsonaro – destacou.

Adrilles também disparou críticas contra a esquerda e mostrou preocupação com a possibilidade de eleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

– Eu não sou direita limpinha, já contestei justamente pela possibilidade da ascensão da esquerda sujinha. Essa direita limpinha atrapalhou o trabalho de uma direita que quer mais liberdade de empreendedorismo e mais segurança. A gente está na iminência de ter um presidente que foi o maior corrupto da humanidade – ressaltou.

Leia também1 Jovem marca o 22 de Bolsonaro na pele com ferro em brasa
2 Desembargador: Não houve sexismo de Bolsonaro a repórter
3 Bolsonaro rebate Globo sobre o aborto da menina de 11 anos
4 EUA: Senado trava indicada de Biden para embaixada no Brasil
5 Pacheco promete reação a "arroubo contra democracia"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.